A Traição de Natalie Hargrove

Esse ano teremos o filme de “Fallen”, primeiro volume da série escrita por Lauren Kate sobre anjos caídos gatos que lutam pelo coração de Luce, um jovem que está fadada a morrer sempre antes dos 16 anos, nos braços de seu amado. Como não se apaixonar por essa história, né? Mas poucos sabem que Lauren Kate lançou outro livro antes da saga angelical e que a Galera Record está lançando agora.

“A Traição de Natalie Hargrove” é volume único e conta a história da personagem título que só quer ser coroada a princesa do baile de sua escola. Mas como o namorado não está fazendo por merecer, a menina acha que seu maior inimigo – Justin Balmer – vai tomar o lugar do boy magia. Então o casal resolve aprontar um trote para Balmer para tirá-lo da corrida pela coroa. E conseguem o que querem, já que não é possível coroar um defunto.

Sim, o trote resulta na morte do menino (que não é spoiler, porque está na orelha do livro) e Natalie e o namorado acabam criando uma teia de mentiras para se safarem dessa. Mas a consciência pesa e a situação complica.

“A Traição de Natalie Hargrove” é simples, mas muito bem escrito e tem inspiração forte na tragédia de Shakespeare, “Macbeth”. Quando Lauren Kate esteve no Brasil para a Bienal do Livro, em 2011, conversei um pouco com ela sobre “Traição” e, desde então, estou para publicar um pouco desse papo! Chegou a hora de dividir o que falamos sobre seu primeiro livro.

Frini: “A Traição de Natalie Hargrove” é um livro jovem adulto bem diferente. Aborda temas como aceitação e situações escolares, como muitos outros, mas no seu livro, praticamente todos os personagens tem motivações ocultas, intrigas graves e não são boas pessoas. O problema é que, no início, eu odiava Natalie, mas depois passei a torcer por ela enquanto ela tentava se safar por ter assassinado uma pessoa! Tanto os personagens como a escola são diferentes do que você escreveu em “Fallen”. Mas como foi a sua experiência na escola levando em consideração o que você escreveu em “Fallen” e “Traição”?

Lauren Kate: Eu adorei essa sua pergunta, porque é algo que nunca consegui responder publicamente e que muito tem a dizer sobre como escrevo meus livros. Minha escola (High School) realmente era muito parecida com o que escrevi em “Traição de Natalie Hargrove”, mas claro que alguns elementos eu exagerei um pouquinho. Mas em termos de obsessão social com os jogos de futebol (americano) e bailes, era exatamente assim. Quando me formei na escola e sai do Texas, pude entender como tudo era bizarro e, desde então, quis escrever sobre isso.

Só uma personagem como Natalie poderia questionar o que é socialmente aceitável em um ambiente escolar como aquele. E somente um ambiente escolar grotesco como este daria a Natalie a liberdade de fazer o que quisesse. Conforme a escrevia, não tinha consciência de ela sairia como odiosa. A trama é baseada em Macbeth e eu segui a linha de acontecimentos. Mas depois do primeiro rascunho, trabalhei com meu editor para criar um pouco mais sobre a história de Natalie, sua infância, e dar a ela a motivação que fará com que o leitor a conheça um pouco melhor.

Frini: Ela é bem diferente de Luce, o que achei maravilhoso! É tão bom ver personagens e histórias tão diferentes escritas pela mesma autora.

Lauren Kate: Natalie realmente parece ser o oposto de Luce, não é? Mas, pra mim, acho que elas seriam amigas se viessem a se conhecer. Eu já recebi as mais variadas reações sobre Natalie: alguns a amam e outros a odeiam. Acho que essa dualidade é perfeita para a história que ela tem para contar.

E aí? Ficou curioso? Então caia dentro de “A Traição de Natalie Hargrove” e conheça mais sobre a escrita de Lauren Kate.

Compre aqui:

Submarino01 Saraiva Travessa Americanas Livraria Cultura

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: