As Filhas do Capitão

Maria Duenas me conquistou com “Tempo entre Costuras” e com isso sempre que sai um livro novo dela eu corro para comprar, sigo em busca daquele encantamento do primeiro livro e a cada nova leitura vejo ele mais distante. “As filhas do Capitão” tem todos os problemas dos dois romances anteriores e ainda conta com uma história que não envolve.

Sou dessas leitoras que não acredita que bons escritores possam desaprender a contar boas histórias, insisto neles mesmo que vários trabalhos mostrem que a coisa desandou. O caso mais série é o de Duenas, seu primeiro livro é ótimo, mesmo com algumas questões, e depois dele nada mais chegou aos pés. Em “As Filhas do Capitão” ela parece mais interessada em contar o ambiente e localizar ponto de referencia da comunidade espanhola em Nova York na primeira metade do século XX do que contar a história das três irmãs Arenas.

O Livro deveria ser a história de três irmãs que a contra gosto se mudam para Nova York e tem que conseguir sobreviver em uma nova terra e uma nova língua. Existe uma trama sobre indenização das docas, uma sobre a construção de um night club e romances. Esses deveriam ser as linhas narrativas, na prática passamos 80% das páginas lendo sobre a comunidade espanhola em Nova York e nada da história caminhar. É difícil de ler, nada acontece, tudo é descrito com detalhes como se Duenas estivesse mais interessada em reconstituir ambientes do que contar sua história.

É na parte final do livro, nas ultimas 50 páginas que tudo começa a acontecer tudo junto. O que acontece com o Night Club, como a questão da indenização se solucionou, os romances, as vinganças, absolutamente tudo se resolve em 50 páginas de um livro de quase 500. Pior, algumas questões estão no epilogo, ela nem se dá ao trabalho de elabora-las.

“Filhas do Capitão” foi um martírio de terminar. Algo que teria lido em uma semana demorou meses para concluir. Maria Duenas precisa urgentemente de uma editora que a guie, as ideias são boas mas ela, cada vez mais, se perde em situações que interessam apenas a ela e não a história que quer contar. Uma pena.

Compre aqui:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo
%d blogueiros gostam disto: