As Mais Belas Coisas do Mundo

Fui a livraria comprar um presente, sendo eu, saí de lá com mais livros para mim. Só indicações da livreira que me conhece bem (sempre converso com os livreiros!). Dentre os livros uma edição linda, capa dura, menos de 50 páginas. “As Mais Belas Coisas do Mundo”, do Valter Hugo Mãe, tornou-se no mesmo momento a melhor coisa que li em 2019.

O livro é dedicado aos avós do autor e não tem outra palavra para descrever o que essas poucas páginas contem do que delicadeza. A prosa meio poética, as ilustrações, o corte colorido de prata, todo esse pacote emoldura um texto conciso e profundo.  São conversas de um avô com neto, uma conversa cheia de saudade, amor, poesia, ensinamentos e aprendizados.

“As Mais Belas Coisas do Mundo” é desses livros que se lê em uma sentada, me menos de 30 minutos e está terminado. O que o diferencia é que é desses livros que fica com você, que não faz com que você não pare de pensar nele. Cada página descortina tanto com uma brandura que esconde a profundidade das palavras na página.

Na contracapa a Ana Maria Machado diz  “esse avô sábio dá saudade até em quem não foi seu neto”, acho que as conversas doces que vão pintando o mundo, que vão estimulando o pensamento, que exaltam o amor e o aprendizado é o que falta nesse mundo tão polarizado e bruto que nos rodeia.

É a leitura certa para se ter esperança de que 2020 possa ser alvissareiro ou que pelo menos nós tenhamos alguém para nos instigar como o avô das páginas.

Compre Aqui:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo
%d blogueiros gostam disto: