Baía dos Suspiros

Sempre digo que quando Nora Roberts resolve escrever com o sobrenatural já chego com um pé atrás. Em “Baía dos Suspiros” (tradução: Maria Clara de Biase) a situação é bem pior já que o primeiro livro, “Estrelas da Sorte“, é péssimo. Foi com toda essa má vontade que peguei “Baía dos Suspiros” para ler, fui surpreendida por um segundo livro bem melhor do que o primeiro.

Os Guardiões continuam em busca das três estrelas e tentando se proteger de Nerezza a deusa da escuridão. Como em qualquer série de Roberts cada livro é dedicado a um casal e o o desse livro é formado por Sawyer e Annika, o viajante do tempo e a sereia. O cenário muda da Grécia para Capri mas o clima continua o mesmo, tudo paradisíaco, repleto de riqueza e sem qualquer surpresas na trama.

O que faz esse livro ser bem melhor do que o anterior é o desenvolvimento dos personagens e seus relacionamentos. Não há dúvidas desde o primeiro momento quais serão os pares que se formarão e isso não é um problema, o problema é contar mal essa história, o que Roberts fez no primeiro livro. Sawyer e Annika desenvolvem o romance aos poucos e as questões que ambos levantam são pertinentes para a história deles e da série. As vantagens dos segundos livros de séries é que neles Roberts é sempre obrigada a começar os romances que serão o foco do livro seguinte e aqui isso é feito  com uma certa sutileza, se é que podemos falar em sutileza quando já se sabe tudo o que vai acontecer.

Essa série continua não sendo das melhores de Roberts, mas agora melhorou bem.

Compre Aqui:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: