Basic Laws of human Stupidity

Estou sempre em busca de indicações de leituras e as encontro em diversos lugares. Descobri esse livro quando ele foi citado em uma coluna da Monica de Bolle na revista época no final de 2018. Coloquei na lista, encontrei o e-book e devorei o livro em um dia. Carlo M. Cipolla escreveu “Basic Laws of Human Stupidity” nos anos 1970 e a atualidade do texto é assustadora. Ele define as cinco leis da estupidez e o quanto cada uma é prejudicial para a sociedade.

É impossível ler as poucas páginas, menos de 100, sem detectar um certo tom de ironia no texto e, para mim, de lembrar uma das celebres frases de Nelson Rodrigues:

“Os idiotas vão tomar conta do mundo; não pela capacidade, mas pela quantidade. Eles são muitos.”

O que Cipolli define é que a estupidez não respeita classe social, raça ou nível de instrução, é uma característica distribuída igualitariamente em toda a sociedade.

O livro mostra com clareza a diferença entre os estúpidos do mundo e como eles são capazes de prejudicar a si e a todos. A tese maior do livro é que os estúpidos, que ele classifica com clareza quem são, são as pessoas mais danosas para o a humanidade que existe. E tempos de terraplanismo e nazismo de esquerda é bem difícil não concordar com ele.

As leias criadas por Capolli te ajudam a identificar os estúpidos, a saber se você um deles e o quão danoso para o todo eles são. É uma leitura maravilhosa e necessária para o nosso tempo.

As leias criadas por Capolli te ajudam a identificar os estúpidos, a saber se você um deles e o quão danoso para o todo eles são. É uma leitura maravilhosa e necessária para o nosso tempo.

Compre Aqui:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo
%d blogueiros gostam disto: