A Casa dos Novos Começos

Além da Jenny Colgan e de Jill Mansell , Lucy Diamond foi a terceira selecionada para integrar o início do projeto “Romances de Hoje” da Editora Arqueiro. O projeto visa publicar livros que tenham personagens femininas independentes, maduras e que estão buscando conquistar o seu espaço. São heroínas com responsabilidades e que, no meio disso […]

A Pequena Livraria dos Sonhos

A Pequena Livraria dos Sonhos de Jenny Colgan (tradução de Thais Paiva)  já me ganhou pela capa! Esse foi o primeiro livro da coleção “Romances de Hoje” da Editora Arqueiro que eu li quando entrei para o time. Além de Jenny, a coleção conta com Jill Mansell e Lucy Diamond. O projeto visa publicar livros […]

Robôs x Fadas

O título é no mínimo curioso, e por si só já chama a atenção. Poderia ser um desenho animado ou um filme do SyFy. Mas percorrendo as listas de melhores contos fantásticos do ano, ele aparece várias vezes. É uma antologia que se propõe exatamente a isso: confrontar fadas e robôs, fantasia e ficção científica. […]

Desencontros a beira-mar

Quando fui trabalhar na Arqueiro, o projeto “Romances de Hoje” estava começando e foi uma honra ser inserida nele. Minha contribuição para essa série consistiu (e ainda consiste) em buscar os romances que mais se encaixam nos critérios estabelecidos e gente … tem TANTA coisa linda vindo aí! A querida Jenny Colgan (autora de “A […]

Um casamento conveniente

Tessa Dare é um nome muito conhecido na categoria de romances de época, mas eu nunca havia lido nada dela até me deparar com a sinopse de “Um casamento conveniente” (Editora Gutenberg, tradução de A. C. Reis). Claro que a capa é linda e o título é sugestivo e padrão, mas foi a sinopse que […]

Fanfic – Braulio Tavares

Braulio Tavares é um dos nossos principais escritores e editores fantásticos. A antologia editada por ele Páginas do Futuro é uma excelente introdução à Ficção Científica brasileira. Também traduziu os grandes mestres, de H. G. Wells e Isaac Asimov, até os mais atuais como Jeff Vandermeer. Conhece o gênero por dentro e por fora. Ainda […]

Tudo o que nunca contei

Assim que terminei de ler o romance de estreia de Celeste Ng a primeira coisa que me veio a cabeça foi a frase de abertura de Anna Karenina ” Todas as famílias felizes são iguais. As infelizes o são cada uma à sua maneira.” Partindo do desaparecimento de Lydia Lee mergulhamos na vida da família […]

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo