Das páginas para as telas em 2020

O ano de 2019 foi repleto de adaptações para cinema e televisão. Esse ano não será diferente já que agora a guerra é entre plataformas de streaming e elas estão sedentas por material para usar como base. Segue a e minha única coluna do ano, a de adaptações de livros para o cinema e para a televisão e agora com um novo adendo, streaming – que vem forte.

Luta por JustiçaJust Mercy (10 de janeiro)

Baseado no livro de Bryan Stephenson, Compaixão: Uma história de Justiça e Redenção, o filme narra a história do próprio autor, que fundou a Equal Justice Initiative, dedicada a representar juridicamente as pessoas necessitadas.

Depois de se formar em Harvard, Bryan (Michael B. Jordan) segue para o Alabama para defender os condenados indevidamente, com o apoio da advogada local Eva Ansley (Brie Larson). Um de seus primeiros e mais incendiários casos é o de Walter McMillian (Jamie Foxx) que em 1987 foi condenado à morte pelo notório assassinato de uma menina de 18 anos, apesar de evidências que comprovam sua inocência e o fato de que a única testemunha contra ele veio de um criminoso.

The Outsider (12 de janeiro na HBO)

O livro Outsider, de Stephen King, chega no domingo, dia 12 de janeiro, na HBO com 10 episódios. É a história do assassinato brutal de um menino de onze anos. Seu corpo é encontrado abandonado no parque da cidade de Flint City. Testemunhas e impressões digitais apontam o criminoso como uma das figuras mais conhecidas da cidade ― Terry Maitland, treinador da Liga Infantil de beisebol, professor de inglês, casado e pai de duas filhas. Entre o grande elenco estão Jason Bateman, Ben Mendelsohn e Cynhtia Erivo.

A Viagem do Doutor Dolittle (17 de janeiro)

Depois da repaginada que Eddie Murphy deu para o personagem de Hugh Lofting, chega aos cinemas a adaptação que se aproxima mais do material original. As viagens do Doutor Dolittle é o segundo livro da série criada pelo autor inglês. O filme é dirigido e adaptado por Stephen Gaghan (Syriana). O papel título fica a cargo de ninguém menos de Robert Downey Jr. Nas vozes dos bichos com quem o doutor conversa estão Tom Holland, Emma Thompson, Ralph Fiennes, Kumail Nanjiani, Marion Cotillard, Michael Sheen, John Cena, Antonio Banderas, Jim Broadbent, Selena Gomez e Octavia Spencer.

The Turning (24 de janeiro)

Nessa nova adaptação do clássico A Volta do Parafuso de Henry James, uma governanta é contratada pelo tio que ficou responsável pelos sobrinhos depois da morte dos pais. O filme tem produção executiva de Steven Spielberg e traz no elenco Mackenzie Davis, Finn Wolfhard e Brooklynn Prince.

Locke & Key (7 de fevereiro na Netflix)

Falou em gênero fantástico para jovens? E não é Harry Potter? E tem Joe Hill como autor original da obra? Definitivamente Locke & Key é para você. Baseado nos quadrinhos do autor Joe Hill, Locke & Key narra a história de três irmãos que se mudam para a casa de seus ancestrais, chamada de Keyhouse, após o assassinato do pai. Lá, eles descobrem chaves mágicas que lhes dão habilidades únicas. Mas é Joe Hill, né? Então tem caroço nesse angu. Claro que tem um demônio que também está em busca das chaves, dando a essa história da chegada da maturidade um toque sobrenatural e diabólico.

To All The Boys I Loved Before: P.S. I Still Love You (12 de fevereiro na Netflix)

A adaptação do segundo livro da trilogia de Jenny Han, intitulado P.S. Ainda Amo Você, chega em fevereiro e o elenco original está de volta, com a incorporação de Jordan Fisher a entourage na pele do personagem John Ambrose.

The Good Lord Bird (16 de fevereiro na Showtime)

Ethan Hawke é produtor executivo e estrela a série limitada da Showtime baseada no livro de James McBride, O pássaro do bom senhor, que narra a jornada do abolicionista John Brown. A história é contada a partir da perspectiva de Onion, um garoto escravo, criado para narrar a história, que ajuda Brown durante as revoltas no Kansas. A série seguirá a dupla até a invasão de Brown no depósito do Exército em Harper’s Ferry, que finalmente falhou, mas se tornou um incidente incitante para a Guerra Civil.

Outlander – 5ª temporada (16 de fevereiro na Starz)

A próxima temporada da série Outlander é baseada no quinto livro, A Cruz de Fogo, escrito por Diana Gabaldon, que colocará a família em uma posição difícil, pois Jamie (Sam Heughan) é chamado a reprimir uma rebelião colonial em nome do rei George – um homem que ele sabe que terá que trair quando a Revolução Americana inevitavelmente começar.

O Cavalo Amarelo (13 de março Amazon Prime e BBC)

Chega as telinhas do streaming da Amazon Prime e da rede de TV BBC a adaptação de O Cavalo Amarelo, de Agatha Christie, para as telas. Dois episódios dessa minissérie que estarão disponíveis simultanteamente no dia 13 de março.
Na história, alguns enigmas assombram um vilarejo na zona rural inglesa. A chave deste segredo está relacionada a uma lista de nomes. Para desvendar essa trama, Mark Easterbrook (Rufus Sewell), um escritor em busca de inspiração, conta com a ajuda de seus amigos, entre eles, a famosa autora de romances de mistério Ariadne Oliver (Kaya Scodelario), numa aventura que pode ser fatal.

Little Fires Everywhere (18 de março no Hulu)

Uma das séries mais esperadas de 2020, o best-seller Pequenos Incêndios Por Toda a Parte, será adaptado para uma série limitada do Hulu com apenas 8 episódios. Reese Witherspoon e Kerry Washington, são as produtoras executivas e estrelam a produção como duas mães que são unidas pela relação de proximidade entre os filhos. Embora isso pareça sadio, o relacionamento revela segredos sombrios, e a vida de Elena Richardson (Witherspoon), e sua família é abalada pela enigmática Mia Warren (Washington) e sua filha..

O Chamado da Floresta (21 de fevereiro)

A obra de Jack London se tornou um clássico da literatura norte-americana que narra as aventuras de Buck, o privilegiado cão doméstico de uma família californiana. Em meio à febre do ouro, Buck é roubado de seu ambiente e contrabandeado para o Alasca. No caminho, sofre uma série de maus-tratos, até que encontra refúgio em uma irmandade de cães e, assim como os corajosos garimpeiros, vê-se na necessidade de se adaptar à vida selvagem. Buck entra em contato com sua natureza primitiva, em uma jornada de autoconhecimento, e redescobre seus instintos. No filme estão Harrison Ford, Karen Gillan e Dan Stevens.

O Homem Invisível (28 de fevereiro)

Adaptação da obra de ficção científica de H.G. Wells traz uma releitura para o clássico onde o ex-marido abusivo de Cecilia tira a própria vida e deixa sua fortuna para ela. Após uma série de coincidências mortais, ela suspeita que a morte dele tenha sido uma farsa e se esforça para provar que está sendo caçada por alguém que ninguém pode ver.

Artemis Fowl (29 de março)

Originalmente o filme seria uma adaptação dos dois primeiro livros da série de ficção científica infantil escrita por Eoin Colfer, mas o que tudo indica é que será apenas a adaptação do primeiro livro, Artemis Fowl: O menino prodígio do crime.

O livro narra a história de Artemis, o único herdeiro do clã Fowl, uma lendária família de personagens do submundo, célebres na arte da trapaça. O garoto imagina um plano para recuperar a fortuna de sua família, após o desaparecimento misterioso de seu pai. Seu plano poderia derrubar civilizações e mergulhar o planeta numa guerra entre espécies.

A adaptação é dirigida por Kenneth Branagh e estrelado pelo estreante Ferdia Shaw.

Fatherhood (3 de abril)

O livro de memórias de Matt Logelin, Two Kisses for Maddy, chega aos cinemas com o título Fatherhood e traz no papel título o ator Kevin Hart.

Baseado em fatos reais o livro fala sobre amor, tristeza e paternidade. Matt (Kevin Hart) e Liz Logelin (Deborah Ayorinde) eram namorados no ensino médio. Após anos de namoro à distância, os dois finalmente conseguem se estabelecer em Los Angeles. Tiveram tudo o que sempre queriam: um casamento perfeito, uma linda casa nova e um bebê a caminho. Liz tem uma gravidez difícil, mas dá a luz a Madeline, uma bebê linda e saudável. Liz sofre uma embolia pulmonar e morre instantaneamente vinte e sete horas após o parto, sem nunca ter segurado sua filha nos braços.

Embora tomado por uma grande tristeza, Matt encara as responsabilidades de um pai solteiro, e não se rende à dor da perda; ele escolhe seguir em frente e criar sua Maddy.

O Jardim Secreto (17 de abril)

Uma terceira adaptação do clássico de Frances Hodgson Burnett chega aos cinemas ingleses em abril. Colin Firth, que está na versão adaptada para a TV em 1987 (não tão conhecida com a adaptação de 1993) como a versão adulta do garoto na cadeira de rodas, também estará na adaptação de 2019. Desta vez, ele será o pai do garoto.

Greyhound (8 de maio)

Essa adaptação estava prevista para o ano passado, mas como não aconteceu… Tom Hanks será novamente um capitão de navio nessa adaptação do livro The Good Shepherd. Hanks também é responsável pela adaptação do roteiro.

O filme é um drama de guerra sobre um oficial da marinha comandando um comboio de navios aliados na Segunda Guerra Mundial que são perseguidos por submarinos nazistas.

A Mulher na Janela (15 de maio)

A obra do autor A.J. Finn foi uma surpresa e passou por uma disputadíssima guerra de ofertas de compra entre editoras. É um thriller sobre uma mulher que acredita ter visto um crime sendo cometido pela janela em uma casa do outro lado. O livro inclui várias homenagens à Janela Indiscreta, obra cinematográfica de Alfred Hitchcock.

O filme teve sua data de estreia adiada, era para estrear em outubro de 2019 e agora passou para maio deste ano. Aparentemente o corte apresentado para uma platéia não foi bem recebido e os produtores (leia-se Disney, porque agora a Fox 2000 faz parte do conglomerado) optaram por fazer uma nova montagem.

The One and Only Ivan (14 de agosto)

The One and Only Ivan é um livro infantil de Katherine Applegate (aqui no Brasil tem o título de O Grande Ivan) e será uma animação da Disney. O filme será dublado por várias estrelas, como Angelina Jolie, Helen Mirren, Bryan Cranson, Sam Rockwell e vários outros.

Inspirado na história real de um gorila pintor que viveu grande parte de sua vida na vitrine de um shopping center. Foram tantos os protestos da população que Ivan acabou sendo transferido para o Zoológico de Atlanta. Ele se tornou uma celebridade daquele Zoo, que abriga o maior grupo de gorilas-do-ocidente dos Estados Unidos. Ivan ficou conhecido por pintar quadros, “assinados” com a sua impressão digital.

Dragon Rider (17 de agosto)

A adaptação de O cavaleiro do Dragão de Cornelia Funke, mesma autora de Coração de Tinta, chega aos cinemas como animação.

Na história, Lung, um jovem dragão prateado, fica sabendo que os humanos pretendem inundar o vale úmido e remoto habitado pelos dragões. Para escapar da extinção, ele e seus companheiros precisam encontrar um novo esconderijo. Os mais velhos ainda se lembram de uma terra quase mítica, a Borda do Céu, onde os dragões viviam em paz no passado. Lung parte em busca desse lugar, e enfrentará uma viagem longa e cheia de problemas: só é capaz de voar alimentado pela força que retira da luz do luar e, em seu caminho, encontrará traiçoeiros anões de pedra, corvos espiões e a perseguição constante e implacável de Ur Tig, um monstro devorador de dragões. Por outro lado, Lung não está sozinho: tem a companhia do menino Ben e de Sulfrônia, uma jovem kobold; fora a ajuda que recebe de um gênio de mil olhos, de uma serpente marinha, de jovens monges budistas e até de um respeitado catedrático, o professor Barnabás Wiesengrund.

Morte no Nilo (9 de outubro)

Kenneth Branagh volta ao papel como o famoso detetive belga de Agatha Christie na nova adaptação de Morte no Nilo. No elenco também estão Gal Gadot, Tom Bateman, Arnie Hammer, Annette Bening e Letitia Wright.

Em Morte no Nilo, Poirot está viajando pelo rio Nilo quando uma herdeira recém-casada é encontrada morta. Prato cheio para os leitores de Agatha Christie.

Snowpiercer (primeiro semestre de 2020 na TNT)

O obscuro e cult de 2013, Expresso do Amanhã, é dica de filme para cinéfilos de plantão e uma adaptação de O perfura neve. Mas esse ano chega a adaptação da graphic novel em formato de série pela TNT se passa sete anos depois que o mundo se tornou um terreno baldio congelado. Os únicos seres humanos sobreviventes vivem em um trem de 1001 carros que perpetuamente circula o mundo, mas apenas porque o apocalipse não significa que a humanidade tenha abandonado a guerra de classes e a injustiça social. Esses problemas se tornaram ainda mais complicados devido aos trimestres próximos. Para quem gosta de uma boa graphic novel pós-apocalíptica, essa é uma leitura obrigatória.

Falcão e o Soldado Invernal (segundo semestre de 2020 na Disney+)

Vingadores: Ultimato pode ter encerrado a Fase 3 do universo cinematográfico da Marvel, mas não será a última que vemos de Bucky Barnes (Sebastian Stan) e Sam Wilson (Anthony Mackie). Essa adaptação para a Disney+ do projeto mais recente da Marvel é baseado nos quadrinhos A morte do Capitão América e Capitain America: Sam Wilson. Pouco se sabe sobre o enredo de seis episódios, mas seguirá Bucky e Sam depois que eles receberam o escudo do Capitão América de Steve no final de Endgame. O que se sabe também é que Emily VanCamp reprisará seu papel como Sharon Carter, a Agente 13. Dado o histórico de adaptações para o cinema feitas pela Marvel, é improvável que esta série seja uma adaptação direta de qualquer arco dos quadrinhos.

Impeachement: American Crime Story (27 de setembro no FX)

A tão aguardada terceira temporada (e altamente controversa) de American Crime Story examinará o escândalo que levou ao impeachment do presidente norte-americano, Bill Clinton, no final dos anos 90. A série promete tirar das sombras as mulheres esquecidas envolvidas no escândalo – a própria Monica Lewinksy é produtora executiva da série. Se você quer relembrar quem foram os principais players, assim como os detalhes que não foram destaques nas manchetes, vale a leitura de A Vast Conspiracy: The Real Story of the Sex Scandal That Nearly Brought Down a President, livro usado nessa adaptação para a televisão.

Duna (18 de dezembro)

A nova adaptação do clássico de Frank Herbert tem na direção Denis Villeneuve – para quem lembra, a primeira adaptação em 1984 tinha David Lynch na cadeira de diretor. Teve também uma adaptação de minissérie para a TV na virada do milênio com William Hurt no papel de Duque Leto Atreides. Mas vamos a nova adaptação. Villeneuve, responsável por A Chegada, parece ser o nome certo para direção desse projeto no mínimo complicado de se adaptar. No elenco está quase toda Hollywood – Timothee Chalamet no papel principal como Paul Atreides junto a ele seguem os atores Rebecca Ferguson, Oscar Isaac, Jason Momoa, Javier Bardem,  Zendaya, Josh Brolin, Dave Bautista, Javier Bardem, Stellan Skarsgård e Charlotte Rampling… ufa.

Ainda sem data certa para lançamento em 2020 estão os títulos:

Rebecca de Daphne du Maurier o mesmo que deu o único Oscar a Alfred Hitchcock e que nessa nova adaptação traz Armie Hammer e Lily James (Netflix);

Americanah (HBO Max), projeto tocado pela atriz Lupita Nyong’o;

Os Bridgetons de Julia Quinn nas mãos da excepcional Shonda Rhimes (Netflix);

a segunda temporada de Umbrella Academy (Netflix);

Lovecraft County com produção de Jordan Peele (HBO);

a segunda temporada de His Dark Materials (HBO);

Circe baseado no livro de Madeline Miller (HBO Max);

Shadow and Bone da Leigh Bardugo (Netflix);

Dash and Lily baseado no livro O caderninho de desafios de Dash e Lily (Netflix);

a segunda temporada de A Descoberta das Bruxas (AMC);

Tokyo Vice baseado no livro Tóquio proibida;

The Stand baseado na obra de Stephen King, A Dança da Morte (CBS Access);

The Flight Attendant baseado no livro de Chris Bohjalian de mesmo nome e com o papel título protagonizado por Kelly Cuoco (HBO Max);

I Know This Much baseado no livro de Wally Lamb, Eu Conheço a Verdade, e será adaptado para uma série de 6 episódios para a HBO estrelada por Mark Ruffalo, Kathryn Hahn, Juliette Lewis e Imogen Poots.

A história é um relato do relacionamento conturbado entre os gêmeos Dominick e Thomas (Mark Ruffalo em ambos os papéis), sob o ponto de vista de Dominick e seus esforços para libertar o irmão gêmeo esquizofrênico e paranóico de um asilo;

Minamata é baseado na vida do fotojornalista de guerra Eugene Deb e no livro de Aileen Deb, Minamata: The Story of the Poisoning of a City, and of the People Who Chose to Carry the Burden of Courage.

Johnny Depp interpretará Eugene, e o filme contará sobre a viagem dele para o Japão, onde ele documenta o efeito devastador do envenenamento por mercúrio nas comunidades costeiras;

Chega a HBO ainda esse ano a adaptação do livro You Should Have Known (que agora foi trocado para The Undoing) da autora Jean Hanff Korelitz, que narra como a vida de uma terapeuta de sucesso em Nova York começa a se desfazer na véspera da publicação de seu primeiro livro. A adaptação é estrelada por Nicole Kidman, Donald Sutherland, Hugh Grant e Edgar Ramírez;

A Hulu também traz mais novidade esse ano. Normal People (Pessoas Normais) de Sally Rooney será uma série de 12 episódios na plataforma de streaming com Daisy Edgar-Jones e Paul Mescal nos papéis principais. Na série, Mescal é Connell, um cara popular vindo de uma família da classe trabalhadora e Daisey é Marianne, uma garota impopular vindo de uma família rica. O livro segue-os à medida que seu relacionamento se desenvolve e muda ao longo de cinco anos;

Para os fãs do terror juvenil, vem aí a adaptação cinematográfica em três filmes da série de livros Fear Street, criada por R.L. Stine. A primeira parte da trilogia está prevista para esse ano;

E finalmente chega esse ano, já está em pós-produção que literalmente foi UM CAOS, o filme Chaos Walking é uma adaptação de The Knife of Never Letting Go (Mundo em Caos: Volume 1), de Patrick Ness, que é o primeiro livro de sua trilogia Mundo em Caos. Daisy Ridley e Tom Holland estrelam o filme. A produção passou por um perrengue longo e penoso. Ela teve início lá em 2011, quase uma década atrás. Passou pelas mãos de seis roteiristas diferentes (que por sinal estão todos creditados) sendo o próprio autor o mais recente, e custou a bagatela de US$ 100 milhões. E pra completar, existe uma diferença de dois anos entre o primeiro corte do filme e as refilmagens.

Na história, uma ficção científica distópica juvenil (já não passou a febre?), um garoto de 12 anos que é o único garoto de uma cidade cheia de homens onde todos podem ouvir os pensamentos de todos. Ele foge da cidade com seu cachorro quando percebe que há algo de errado e no caminho encontra com uma garota que curiosamente conseguiu sobreviver ao extermínio sem explicação das mulheres da cidade;

E por último, possivelmente ainda esse ano, chega aos cinemas a adaptação do segundo filme da série Podres de Rico, Namorada Podre de Rica.

O segundo livro é sobre a descoberta de Rachel de que seu pai não está morto. Essa nova descoberta a leva mais fundo na vida de chineses podres de rico e também acompanha as histórias de Astrid e Kitty Pong.

E é isso minha gente! Acho que tem bastante filme e série para durar um ano inteiro!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo
%d blogueiros gostam disto: