Era tudo mato

O ano era 2001, a internet era discada, o celular servia só para ligar e na mesa da cantina da faculdade uma troca rápida de ideia, um e-mail anotado na página de um livro (um sacrilégio, sabemos) e assim a equipe do finado Sem Sentido ganhava corpo. Os anos passaram e o blog que falava de qualquer coisa começou a ser pesado para as jornalistas em formação aqui e acabou virando o Amamos a Mobília (Se teatro é vida, Cinema é arte, TV é mobília). Para descobrirmos que o nosso amor mesmo eram as páginas foi um pulo para o Cheiro de Livro nascer.

Os blogs anteriores serviram como aprendizagem para nós três, o núcleo inicial da Redação. As páginas acabaram se revelando mais agregadoras do que a TV e a Redação foi crescendo. Esse ano, completamos uma década escrevendo, falando, debatendo livros. Em tempos em que a cultura está sob ataque, parece que esse espaço que surgiu para encontrarmos mais e mais gente para conversar sobre o que estávamos lendo tornou-se ainda mais importante.

Somos um no meio de tantos blogs que escrevem sobre livros. E não, isso não é ruim, muito pelo contrário. Ser um no meio de tantos não é ter concorrência, é ser resistência. Somos um com muita vontade, credibilidade, opinião, paixão pela palavra escrita. Somos um, mas somos também plural, com gente diferente que pensa diferente e debate, não discute.

O ano agora é 2020, o que parece futurista lá atrás é presente. É o agora. Lá em 2001, esperávamos o mundo do nosso futuro como jornalistas, como amantes de cinema, TV, literatura, como nação. Tanta coisa foi conquistada de lá até hoje, mas tanto ainda está por vir.

Já diz o ditado que quem lê não se submete e nós apoiamos, compartilhamos e disseminamos isso. Acreditamos que podemos mudar o mundo uma página de cada vez, seja ela escrita ou lida. Mas para isso, não podemos ser um só, mas muitos. Então obrigada a você leitor, coleguinha da blogsfera, por compartilhar e disseminar o seu amor pelos livros. É a sua força que vai fazer mudar o mundo.

Feliz 10 anos para o Cheiro de Livro. Feliz nova década para todos nós.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo
%d blogueiros gostam disto: