Harry Potter e a Câmara Secreta

HP-e-a-Camara-secreta

Como o primeiro livro foi feito para apresentar o mundo mágico, personagens e estabelecer conflitos, este traz uma aventura um pouco mais séria e sombria.

Para a felicidade dos leitores, Harry Potter “sobrevive” ao primeiro encontro com Voldemort no final de seu primeiro ano em Hogwarts, e às férias de verão na casa dos tios. O menino, agora com 12 anos (o aniversário dele é 31 de julho) está louco para voltar a Hogwarts quando ele recebe uma visita nada confortante. Dobby, um elfo doméstico, encasqueta que perigos estão em Hogwarts e que Potter não deve voltar. Para conseguir que o protagonista fique em casa e a salvo, Dobby consegue acordar a ira dos tios de Harry até que eles o prendem em casa, dentro do quarto, com barras na janela! Mas Rony, o melhor amigo de Harry, convoca seus irmãos Fred e Jorge para salvá-lo.

Na segunda aventura de Harry Potter o leitor é levado, pela primeira vez, para a casa da família do Rony, os Weasleys. Aconchegante, humilde e cheia de magia, esta é a casa que Harry gostaria de ter passado todos os dias de sua vida. Molly e Arthur Weasley são pais de sete filhos: Gui, Carlinhos, Percy, Fred e Jorge (gêmeos), Rony e Gina (nesta ordem). Gina se apaixona por Harry desde a primeira vez que o viu, na plataforma 9 e ¾, no ano anterior. Neste ano, o primeiro de Gina em Hogwarts, ela vai pagar alguns micos ao tentar chamar a atenção do nosso herói.

Como o primeiro livro foi feito para apresentar o mundo mágico, personagens e estabelecer conflitos, este traz uma aventura um pouco mais séria e sombria. Em Hogwarts, a Câmara Secreta foi aberta e o monstro em que lá reside foi solto pelo único herdeiro de Salazar Slytherin, o fundador da Casa Sonserina. Salazar, ao contrário dos outros fundadores (Rowena Ravenclaw, Godric Grifindor e Helga HufflePuff), acreditava que somente os de sangue puros mereciam aprender sobre magia. Ao se desligar dos outros fundadores, Salazar selou o monstro (um basilisko …uma espécie de mega serpente) na Câmara Secreta e somente seus herdeiros poderiam abri-la e controlar a besta. Pois é. E isso acontece no segundo ano do moleque em Hogwarts e é ele quem tem que impedir o monstro de continuar a atacar alunos mestiços. Tudo fica pior quando sua amiga, Hermione é petrificada pelo monstro e Harry passa a ser apontado como provável herdeiro já que Salazar possuía uma característica singular que era a possibilidade de falar com serpentes e Harry tem o mesmo poder.

Uma crise de identidade entra em questão e é um grande tema do livro. Não faz muito tempo que Harry descobriu a que mundo realmente pertencia, descobriu tudo que já havia acontecido e está apenas começando a realmente se dar conta de quem ele é quando uma bomba dessas estoura. Harry é um personagem extremamente correto e moral. Por mais que seja um menino de doze anos bem levado que se amarra em quebrar algumas regras, ele tem uma índole muito boa e só de pensar em ser relacionado de qualquer maneira com alguém que fora tão ruim, o faz passar mal. O que o sábio Dumbledore revela a Harry é que sim, o dom que ele tem ele deve a Salazar, mas não diretamente. Tom Riddle, ou Voldemort, era herdeiro de Salazar por parte de mãe e ao tentar matar Harry quando ainda criança, algo deu muito errado e alguns de seus poderes – a habilidade de falar com serpentes sendo o mais notável deles até agora – passou para Harry. (Tenha isso em mente, caro leitor! E se você já leu a saga toda, já sacou o que Rowling fez aqui, néam?)

“Harry Potter e a Câmara Secreta” é uma boa seqüência, mas o ritmo é bem mais lento do que o primeiro livro. Harry, que enfrentou uma “versão” de Voldemort no primeiro livro, agora lida com a memória do mesmo. Esta aventura ainda tem bastante o toque de uma aventura digna de “Scooby Doo”, com direito a explicações no final e tudo mais. Embora “Pedra Filosofal” seja melhor em termos de livro, “Câmara” já mostra amadurecimento dos personagens. A relação entre os personagens ficam cada vez mais interessantes e complexas. O passado, o presente e o futuro de todos na trama é colocado em pauta e isso prende a atenção do leitor. Mas não desanimem. Embora “Harry Potter e a Câmara Secreta” seja o livro mais fraco na série em termos de trama, ele tem seu valor.

Compre aqui:

Submarino01 Saraiva Travessa Americanas Livraria Cultura

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: