Mãos de Cavalo

O trabalho de Daniel Galera já se tornou figurinha fácil aqui no CdL. Culpa minha. Demorei muito tempo para começar a lê-lo, mesmo com a insistente recomendação de amigos, e agora estou correndo atrás do prejuízo. O romance lido dessa vez é o ótimo “Mãos de Cavalo”.

Um tema recorrente nos romances de Galera é o isolamento e a solidão, é assim com Anita (Cordilheira), com o protagonista sem nome de “Barba Ensopada de Sangue” e agora com Hemano. Em “Mãos de Cavalo” temos duas historias contadas paralelamente, a de um adolescente nos anos oitenta e a um medico nos dias de hoje, histórias que se unem e, mesmo o Galera dizendo que não se importa com spoiler do seu trabalho, não vou contar mais para não estragar a experiência. Ambos isolados, cada um de sua forma. Um na adolescência falando sobre seus amigos e a necessidade do exercício para se isolar, o outro que, inadvertidamente, acaba dirigindo por uma Porto Alegre acordando e repensando a vida.

Diferente dos outros livros, nesse existe a opção estilística de focar na descrição. A cena inicial do livro, a do ciclista urbano, é incrível você se sente descendo a ladeira a toda a velocidade, desviando dos obstáculos, sentindo o vento no rosto. A descrição detalhada das cenas dá um ritmo mais lento a narrativa mas que reforça o clima de isolamento dos personagens e, mais importante, funciona no romance.

Gosto bem mais da narrativa adolescente do que a da adulta. Os conflitos, as descobertas, as amizades, é tudo tão real. Amigos que se conhecem só por apelidos, quantos amigos dos tempos de infância só identifica só por apelidos que já nem mais fazem parte da vida dessas pessoas? Talvez tenha despertado em mim uma certa nostalgia desse período pré vida adulta. O medico em uma crise pós 30 anos não fala tão ao coração, mas não pense que é um parte chata ou sem importância, pelo contrario, é ótima, só me identifico menos com ela.

“Mãos de Cavalo” fala dos traumas que carregamos e como eles modificam nossa vida, falam de medos e como enfrenta-los e as consequências de não enfrenta-los. É um livro curto, menos de 200 páginas, e vale cada página. É mais uma razão para ser fã de Galera e sua escrita.

Compre aqui:

Submarino01SaraivaTravessa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: