Minha Mãe Fazia

Juntar receitas com crônicas é a visão do paraíso para mim, quando vi que Ana Holanda estava lançando “Minha Mãe Fazia” logo o coloquei na lista para ser adquirido. O livro é exatamente o que esperava, uma mistura de nostalgia com conversa de cozinha (o melhor tipo de conversa que existe).

Sou dessas pessoas capaz de passar horas e horas na cozinha misturando ingredientes, fazendo testes, criando receitas. O pessoal da Redação do Cheiro de Livro e muitos amigos são sempre escalados para ser cobaia de tudo, são eventos que dão tanto trabalho quanto prazer. Ana Holanda conta em suas crônicas as suas lembranças afetivas de cheiros, sabores e aprendizado na cozinha e coroa tudo com ótimas receitas. É desses livros de receita que até quem não tem lá muito talento ou gosto pela cozinha vai gostar de ler.

Um dos capítulos é dedicado a livros de receitas herdados e foi impossível ler sem olhar para a minha estante dedicada a culinária e não pegar os livros da minha avó e os da minha mãe. Eu tenho sempre a impressão de que recorro a eles quando quero tirar dúvidas, como se eles estivessem ali do lado ajudando a cada passo. É a parte do livro que mais me trouxe lembranças de momentos na cozinha e olha que nem minhas avós e muito menos minha mãe gostam de cozinhar, cozinhavam e cozinham bem, mas não é o universo de nenhuma delas. Já eu amo uma panela, descanso a cabeça na beira de um fogão, assim como a autora fala na sua introdução.

“Minha Mãe Fazia” é um delícia de livro, as crônicas nos transportam para aquele papo na cozinha que sempre acontece em qualquer reunião de família ou de amigos e para melhorar tem receitas fáceis, cheias de sabor (já testei várias). Como cozinheira e como leitora recomendo.

Compre aqui:

Saraiva Travessa Livraria Cultura

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: