O Pacto

Sou uma compradora compulsiva de livros. Tenho duas estantes feitas só para abrigar os livros que ficam na fila aguardando a leitura. “O Pacto” de Joe Hill é um desses que passou anos aguardando chegar a sua vez. Ele furou um pouco a fila porque estava com vontade de ler algo de terror, não demorou muito para perceber que ele é um drama sobrenatural e não um livro de terror e isso é uma boa coisa.

“O Pacto” veio parar nas minhas mãos tendo como única recomendação “o autor é filho do Stephen King e é bom”. Foi o suficiente para despertar a minha curiosidade. Tenho que admitir que ler a orelha do livro e descobrir que se trata de um homem que um dia acorda com chifres na cabeça me fez coloca-lo de lado. Um erro que agora corrigi. O enredo é esse mesmo, um homem um dia acorda e ressaca e descobre que surgiram chifres na sua cabeça e eles podem o ajudar a descobrir quem matou sua namorada.

O primeiro terço do livro e de dar pena de Ig, o personagem principal, lendo tive a mesma sensação de ver os primeiros episódios da séria “Breaking Bad”. O protagonista está com tantos problemas, tudo conspira contra ele, não existe mais saída que qualquer atitude é justificável. Com Ig é assim, cada vez que ele busca uma resposta, pior fica a vida dele. É parte dramática do livro.

No segundo terço começa a se abrir um novo panorama para o leitor, é a parte com pitadas de romance policial, onde você começa a descobrir como tudo aconteceu, que reviravoltas foram necessárias para Ig chegar onde está e, principalmente, quem é Lee, ex-melhor amigo de Ig. É uma parte com muitos flashbacks e que, de certa forma, travam um pouco o andamento do livro, mesmo sendo fundamental para um melhor entendimento do que está por vir.

No final é que entra a parte de terror e sobrenatural. Não querendo contar spoiler vou apenas dizer que existe um discurso para cobras, uma cena com muitas mortes, uma delas bem bizarra, e um final com muito fogo. Não acho um grande final para um livro tão bom, mas mesmo assim vale a leitura.

Atualização: A editora mudou o nome do livro em 2014 para “Amaldiçoado”

Compre aqui:

Submarino01 Saraiva Travessa Americanas Livraria Cultura

Arqueiro_parceria

4 comentários sobre “O Pacto

  1. Frini não é um comentario, é um pedido você comento um livro na roquete pinto +- umas 3 semanas talvez era um livro parece que era suspense não sei direito e não tô conseguindo indentificar no cheiro de livro e você disse que era bom lê os 2 primeiros pra poder interder quero muito dar de presente pra minha neta. obrigada bj. Dora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *