Os Reis Malditos – O Rei de Ferro

Sou dessas leitoras fãs de romances históricos e a série “Reis Malditos” foi indicada por um amigo historiador com a melhor referencia que pode existir para esse tipo de literatura: “é tudo historicamente perfeito”. Foi assim que há uma década mergulhei nos sete livros escritos por Maurice Druon e me apaixonei, essa série é um dos livros que mais indico para os amigos e, recentemente, descobri que foi inspiração para George R.R. Martin para escrever “Game os Thrones”. Com o centenário de Druon sendo comemorado em 2018 resolvi reler a série e estou hipnotizada mais uma vez.

“O Rei de Ferro”, primeiro volume da série, começa com a conclusão do processo de sete anos que a coroa francesa moveu contra a Ordem do Templo, ou seja os Templários. O Rei Felipe, o belo queri destruir a ordem e o fez com maestria, só não contava com a maldição que o grão-mestre dos Templários, Jacques de Molay, lançaria no momento da execução da sentença. Esse evento histórico, alias ocorrido em uma sexta-feira 13 e um dos motivos apontados pela má fama do dia, dá nome a série, mas nenhum dos personagens envolvidos pode reivindicar para si o posto de protagonista dos livros. O protagonismo é todo de Robert D’Artois um nobre que está disputa com a tia Mauhaut D’Artois pela herança da família.

Nada é mais inacreditável do que a vida real e a história de como o Felipe, o belo descobre a infidelidade de suas noras é dessas que se estivesse em uma novela as pessoas diriam que é inverossímil. Conhecer a corte francesa e os embates do conselho real, ver a diferença entre os príncipes, a força da Rainha Isabel e, principalmente, as articulações políticas é envolvente e quase impossível colocar o livro de lado.  Saber que esse é só  primeiro volume de sete deixa um alento por saber que ainda tem muito mais por vir e que nas páginas seguintes a disputa entre os Artois será ainda mais sangrenta e traiçoeira.

“O Rei de Ferro” é um primeiro volume perfeito para fazer o leitor querer devorar a série, tem de tudo : traição, conspiração, amores e bruxaria. Eu voltei a torcer pelas tramas de Robert para reaver sua herança, a me envolver com as articulações de Tolomei e os lombardos e de querer que toda a maldição se confirmasse. Isso tudo sabendo exatamente o que vai acontecer e talvez até por isso esteja ainda mais empolgada para já pegar o segundo volume e devorar.

Compre aqui:

Submarino01 Americanas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo
%d blogueiros gostam disto: