Poemas de Origami

Y0rXKDBOSempre recebo livros de autores independentes e acho uma delícia esse carinho que têm comigo de entregar em mãos o seu trabalho. Mas como também tenho uma lista de leitura por causa do Clube do Livro, do blog e da minha coluna da rádio, as vezes demoro mais do que gostaria para ler cada um. Um exemplo é o livro “Poemas de Origami”, que recebi das autoras Julia Mikita e Isabela Pawlak durante a Bienal do Livro do Rio de 2015.

Após a mediação do painel com a autora britânica Sophie Kinsella, as meninas, acompanhada de sua mãe, vieram até mim e entregaram o livro, com uma dedicatória linda. No início deste ano, consegui parar para ler o trabalho das duas e vi que o talento delas vai muito além das páginas.

Julia e Isabela se dedicam ao Clube Sadako Sasaki, em São Paulo. A história de Sadako eu conheci ao ler “Poemas em Origami”.

Sadako existiu. Ela foi uma garota japonesa que sobreviveu ao bombardeio nuclear durante a Segunda Grande Guerra. Sobreviveu, mas foi pega pela chuva radioativa que caiu sobre Hiroshima ao longo daquele dia. Ela tinha apenas dois anos de idade. Anos depois, Sadako desenvolveu leucemia, que a deixou hospitalizada. Segundo a história, uma amiga de Sadako a visitou no hospital e levou um origami de um Tsuru (aquela forma que lembra uma garça). Sua amiga lhe contou a lenda popular japonesa que diz que quem faz mil Tsurus de origami tem direito a um desejo atendido pelos deuses. Desde então, todo dia Sadako passou a fazer seus Tsurus sempre com o mesmo pedido: se curar. Mas, ao passar do tempo, entendendo que sua doença tinha sido causada pela bomba, ela pediu também pela paz da humanidade. Sadako conseguiu fazer 646 Tsurus de papel. Mas após sua morte, seus amigos fizeram mais 354, para que ela fosse enterrada com os mil Tsurus. Um monumento foi erguido em sua memória no Parque da Paz (em Hiroshima), e lá gravaram as seguintes palavras: “Este é o nosso grito, esta é a nossa oração. Paz na terra!”.

Achei a história tão inspiradora e é uma pena que não seja ainda mais conhecida! Quando fui pesquisá-la, vi que existem animações lindíssimas sobre o tema e recomendo muito!

“Poemas em Origami” é um livro bem fininho e que traz vários poemas sobre diversos temas, separados em quatro partes, uma para cada estação do ano. Alguns versos me tocaram muito, como um inspirado em uma tragédia que levou a vida de uma criança no Rio de Janeiro: “Quando uma criança morre, um pedacinho do futuro deixa de acontecer”.

Pensei nas inúmeras crianças que são vítimas da violência, de falta de atendimento médico em nosso País. Pensei em Sadako.

Então resolvi entrar em contato com as meninas novamente. Tão jovens e tão engajadas! Confira abaixo um pouquinho do trabalho delas e inspire-se.

Cheiro de Livro: Vocês são envolvidas com o Clube Sadako Sasaki. Como conheceram a história de Sadako?

Julia e Isabella: A história de Sadako chegou até nós por causa do trabalho da nossa mãe, que estava realizando palestras sobre a bomba atômica de Hiroshima. Achamos a história incrivelmente tocante e comovente, sua luta e resistência uma grande inspiração. Não sabíamos na época o quanto seríamos envolvidas.

Cheiro de Livro: Como a história da Sadako afetou a vida de vocês?

Julia e Isabella: Ela nos ensinou a acreditar na vida, a ter esperança e perseverança. Porque em toda a sua doença, ela nunca deixou de acreditar e de desejar. Ela dobrou tantos tsurus quanto pôde, até não poder mais. Foi corajosa e determinada. Sadako queria a paz no mundo. E graças a ela, podemos ver o mundo de uma nova perspectiva e estendê-la para outras pessoas.

Cheiro de Livro: Entre se emocionar com uma história e criar projetos envolvidos com ela existe uma diferença. Como foi criar o “Projeto Origami do Amor”?

Julia e Isabella: Foi uma experiência maravilhosa, e continua sendo até hoje. O projeto nasceu para levarmos o origami para todos. Antes do projeto já realizávamos oficinas e, mais tarde, quando surgiu o programa “Disney Amigos Transformando O Mundo” da Disney Cidadania e da Youth Service America (YSA), apenas demos um nome para isso e nos voltamos para um público mais específico. A Julia decidiu que queria levar oficinas ao encontro das crianças com câncer, que por vezes passam mais tempo em hospitais do que em casa, e eu apoiei. Depois, decidimos levar também aos idosos. Visitamos um asilo, levando origamis, música, poemas, companhia e muitos sorrisos.

Cheiro de Livro: E como o amor pela leitura se encaixa nesse amor pelo que Sadako significa?

Julia e Isabella: Nós sempre amamos ler. Ler é algo intrínseco em nossas vidas e acho que por isso que escrever foi apenas mais um passo natural (apesar de ser muitas vezes difícil e dos famosos “brancos”). Os livros e Sadako (pelo menos o que ela significa) não são tão diferentes: ambos inspiram pessoas, mudam pessoas e podem mudar o mundo.

Cheiro de Livro: Conta um pouquinho sobre como foi escrever o livro “Poemas de Origami”.

Julia e Isabella: Quando éramos pequenas, tínhamos um blog de poemas e um caderno. Escrevíamos todo tipo de poemas e alguns iam para o blog, outros não. Sempre desejamos escrever um livro. Então, surgiu a chance de publicar e percebemos que já tínhamos um livro praticamente pronto. Selecionamos algumas poesias do blog, reescrevemos outras e escrevemos novas. A experiência em si foi emocionante e um pouco surreal, estávamos realizando um sonho e isso não tem preço.

Cheiro de Livro: Vocês abordam diversos temas nos poemas do livro. Como escolhem o tema e a métrica para cada um?

Julia e Isabella: Os temas dependem do que sentimos, do que está acontecendo e da inspiração. Já a métrica… A métrica dos poemas depende do que queremos passar e também de quem escreve. Cada uma de nós tem um jeito para escrever, a Isabella prefere estrofes, já eu nem sempre as utilizo, gosto muito de versos livres.

Cheiro de Livro: Têm planos para próximos livros?

Julia e Isabella: Nós pretendemos escrever a história de Sadako para crianças, mas ainda é apenas um esboço. Se Deus quiser e nossa imaginação permitir, esperamos escrever vários outros livros.

Para conhecer melhor o trabalho das meninas, acesse https://www.facebook.com/poemasdeorigami

Compre aqui:

Submarino01 Saraiva Americanas Livraria Cultura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *