Quando não conseguimos ler

Sexta Literária -

Saturada de leituras? Não consegue se concentrar em livro algum? Junte-se

Há momentos em que escrever uma coluna é um fardo, são os momentos em que a tela em branco começa a levar a colunista a loucura, é nesse momentos que se recorre a ideia de escrever sobre não saber sobre o que escrever. É um artifício e que, muitas vezes, gera um resultado melhor do que o esperado. Infelizmente não tenho tanta fé assim em mim.

Sempre repito aqui que sou uma leitora voraz, estou sempre com mais de um livro sendo lido, pilhas de livros e mais livros se avolumam por todos os cantos da minha casa e eu estou sempre em busca de mais. Esse meu pequeno universo é perfeito, sempre quero ler mais e sempre tenho um novo livro a mão, o problema é quando, de tempos em tempos, me vejo incapaz de ler.

Isso acontece com vocês? Você pega um livro, lê a primeira página e não registra nada,, volta, tenta de novo e nada. Pega outro livro e o mesmo processo acontece. É como se a sua capacidade de leitura tivesse tirado férias por uns dias. É nesse momento que ter uma casa cheia de livros leva a um certo desespero. Começa uma angustia de ter todo esse tempo para ler, todos esses livros a disposição e não conseguir.

Eu sei que são momentos passageiros, que minha concentração e dedicação a leitura voltarão ao normal em um certo tempo, mas não deixa de ser desesperador. As causas desses hiatos de leitura são diversos e pessoais e, volta e meia, acho que meu cérebro só precisa mesmo de uma pausa, um minuto de descanso para absorver tudo que leio, vejo e ouço. O bombardeamento de informação a que submeto meu cérebro diariamente precisa de um tempo para assentar e se reproduzir com calma em forma de analises e conexões.

São esses tempos de estresse mental que me levam ao que chamo de literatura “sessão da tarde”, ou seja, livros leves, rápidos e sem muita pretensão. Pode ser romance, policial, drama, isso não importa, importa é ler e curtir sem ter que elaborar muito. É a versão “filme da Meg Ryan” da literatura, descansa a cabeça e diverte.

Deixa eu pegar o último da Nora Roberts na estante…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *