O Rouxinol

O drama de guerra de Kristin Hannah morou mais do que devia na minha estante tsundoku (palavra japonesa que quer dizer: comprar livros e não lê-los; deixar que pilha de livros não lidos se formem). Eu bem queria lê-lo logo, mas não gosto de pegar uma sequência de livros que falem basicamente do mesmo universo, nesse caso Europa durante a Segunda Guerra Mundial. Tendo dito … Continuar lendo O Rouxinol

Não Fale Com Estranhos

Adoro os livros de Harlan Coben, pra mim, eles são a versão policial da Nora Roberts, ou seja, não são surpreendentes, não trazem nenhuma grande inovação estilística e mesmo assim são ótimos de ler. Uso a obra de Coben para relaxar a cabeça e normalmente em duas sentadas já li tudo. Em “Não fale com estranhos” foi um pouco diferente, demorei para engrenar, o ritmo … Continuar lendo Não Fale Com Estranhos

Enquanto Bela Dormia

Hoje em dia é normal ler e assistir a releituras de contos de fadas. De maneira metafórica ou direta, personagens que vivem no nosso imaginário desde a nossa infância estão sempre por aqui, nos ensinando sobre como aparências enganam, como é importante ser gentil e perdoar. Claro que algumas releituras trazem efetivamente mais conteúdo a ser debatido do que outras, mas todas são válidas se … Continuar lendo Enquanto Bela Dormia

A Magia do Sangue

O último livro da trilogia dos Primos O`Dwyer é tudo que se pode esperar: romance, mágica e uma pitada de aventura. O foco deste livro é o casal Branna e Fin e seu amor proibido por causa de uma maldição. Como é característica de Nora Roberts, não existe barreiras para o amor e nesse romance seguimos os passos de um casal fadado a ficar juntos. … Continuar lendo A Magia do Sangue