Chick lit não é sinônimo de bobagem

Toda forma de entretenimento tradicionalmente voltada para o público feminino é alvo de desprezo e ridicularização generalizados: tanto por parte dos machistas, que não podem arriscar sua masculinidade assistindo a uma comédia romântica, quanto de muitas fiscais de carteirinha feminista, que querem tirar a credencial de qualquer mulher fã de Crepúsculo. É claro que isso […]

Ariel – Sylvia Plath

“A notoriedade de Ariel advinha de ter sido o manuscrito deixado sobre sua escrivaninha quando ela morreu, em vez de ser simplesmente um manuscrito extraordinário” destaca Frieda Hughes, filha de Sylvia Plath, em sua introdução à edição restaurada de Ariel, publicada originalmente em 2004 e traduzida no Brasil por Rodrigo Garcia Lopes e Cristina Macedo […]

Almost Love – Louise O’Neill

Almost Love é o primeiro romance adulto da irlandesa Louise O’Neill. A autora já havia se consagrado no gênero YA com os sucessos Only Ever Yours e Asking For It (ambos com os direitos vendidos para adaptações televisivas, porém nenhum com previsão de publicação no Brasil). Militante da causa feminista, O’Neill foi uma das principais […]

O Maravilhoso Bistrô Francês

Lá no final dos anos 1980, em 1987, o filme “Bagdad Café”, de Percy Adlon, conquistou um enorme público ao contar a história de uma dona de casa alemã que briga com o marido e vai trabalhar numa parada de caminhão no meio do deserto nos EUA. O filme fala sobre encontrar sua própria voz […]

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo