Top 5 YA que precisam ser lidos por todos

FALE!

Por se tratar de estupro, esse foi um livro que eu quase não li. Mas por insistência de uma amiga, li e ele ocupa o topo dos melhores livros que já li na vida. Melinda foi estuprada e quando ela busca ajuda, levando adiante o que foi ensinada pelos pais, na escola – “fale e será ouvida” – ela entende na pele que não é assim que as coisas acontecem. “A cada capítulo, eu quis sacudir a menina e gritar “FALA! FALA PRA ALGUÉM! ELE NÃO PODE ESCAPAR! VOCÊ NÃO ESTÁ SOZINHA!”. E acho que a ideia de Laurie Halse Anderson era exatamente essa: mostrar como o apoio faz a diferença, mas como o medo de não tê-lo faz calar. ” Essa parte eu coloquei na resenha do livro aqui no site e … é exatamente isso! Laurie consegue abordar esse tema horroroso com o equilíbrio entre a força de uma sobrevivente e da esperança de dias melhores. Protagonista jovem, mas com drama que não tem idade. Leiam e sejam melhores.

Compre Aqui:

A saga dos Corvos

Maggie Stiefvater tem um estilo próprio de narrativa e nos livros que compõem essa série, ele fica muito explícito. É uma história que fala de sonhos – no sentido metafísico mesmo – e sua escrita tem a cadência de sonhos: ora linear, ora levada pelo lirismo do inconsciente. Mas sempre, sempre coerente e lírica. O livro trás personagens muito bem construídos e desenvolvidos e que só aí dá vontade de ler mais sobre eles, de conhecê-los e acompanhá-los. Para quem quer YA com toque mais literário sem deixar de ser comercial, é esse aqui!

Compre Aqui:

Mentirosos

NÃO LEIA A ÚLTIMA FRASE DO LIVRO! POR FAVOR!
Mentirosos de E. Lockhart mescla os temas que costumamos ver em livros juvenis – pressão familiar, pressão dos amigos, dúvidas sobre o futuro, sobre si… – e os desenvolve em um drama familiar com toque de thriller. É envolvente, triste, romântico e único. Aliás, tudo que essa autora escreve vale muito ser lido e analisado. Sua construção de personagem e mapeamento de história são excelentes!

Compre Aqui:

Por lugares incríveis

Atenção para gatilho! Se você não está bem, a bad está mais pesada, ansiedade apareceu e/ou a depressão ainda está muito presente, não leia esse livro. Ele é lindo, triste, bem escrito, romântico, maravilhoso, mas tem um gatilho forte e que pode ser lido, mas quando você estiver pronto para isso.

Violet e Finch são os protagonistas: ela é uma menina popular que perdeu a irmã mais velha em um acidente de carro (Violet estava junto). Ele é o cara “maluco” da escola, que sempre apronta e muda de personalidade de uma hora para outra. Ela está deprimida e sofrendo com a perda da irmã (que era tudo para ela, era parte de sua identidade) e ele … bem, ele a salva em mais de uma maneira. E juntos os dois lidam com problemas de saúde mental, pressões, identidade e, claro, vivem um amor lindo. Novamente … é romântico, mas é triste … muito, muito triste. Embora positivo também. Então, cuida do seu coração e da sua saúde mental antes de investir seu tempo nesse aqui (ele merece, mas você também!).

Compre Aqui:

O Apanhador no Campo de Centeio

Acho que foi o meu primeiro YA quando tinha uns 15 anos. Escrito por J. D. Salinger e MUITO premiado, esse livro é considerado clássico. Mas ele não é “clássico” no sentido empoeirado/chato da palavra, mas sim porque ele lida com temas atemporais. O que vai acontecer com a gente depois que a gente crescer? Eu serei uma boa pessoa? Eu sei ser essa pessoa? Eu vou conseguir lidar com as expectativas da vida adulta? Eu quero tudo isso? O que eu quero?

Pois é … Holden é um adolescente contemplativo, ansioso, introspectivo, muito inteligente, sensível e que narra tudo isso para a gente em primeira pessoa e no estilo fluxo de pensamento. É angustiante as vezes, mas quem nunca sentiu (ou ainda sente) isso, né?

Compre Aqui:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo
%d blogueiros gostam disto: