Um sedutor sem coração

Então, eu adoro romances de época, mas confesso que era fã de uma autora só, sabe? Tipo, eu amo Julia Quinn e tinha lido alguns livros da Eloisa James, mas meu conhecimento tinha parado aí. Hoje, ele é bem mais vasto e devo isso também à leitura de Lisa Kleypas. Ela está na minha estante faz tempo, mas nunca tinha aberto um livro dela. Aí, lendo uma cena de “Uma noiva para Winterbourne”, que é o segundo livro da série Os Ravenels, decidi que tinha que ler o primeiro antes porque a história começava aqui. Calma … eu explico.

Em “Um sedutor sem coração” conhecemos a história de Devon Ravenel, um libertino que herda um condado que está caindo aos pedaços. Com ele estão as três irmãs do falecido primo e a jovem viúva, Kathleen. Devon e seu irmão West vão para o interior com a ideia de organizar as finanças do lugar e vender tudo, não se importando muito com o que vai acontecer com as quatro mulheres que lá vivem. Só que chegando lá, claro que tudo muda. Enquanto West se cativa pelo trabalho braçal do campo e adota a mulherada como suas irmãs, Devon se apaixona muito contra a sua vontade pela jovem viúva, que tem uma beleza felina e uma mente afiada.

“Um sedutor sem coração” é aquela trama de gato e rato maravilhosa e apaixonante e que se torna impossível parar de ler. Mas é no meio dela que conhecemos Rhys Winterbourne, dono da maior loja de departamentos da Inglaterra e que se torna o pretendente de Helen, a irmã mais velha do trio. Enquanto Rhys é ríspido e forte, Helen é tímida e gentil, mas a história deles começa aqui para ser desenvolvida no segundo livro.

A narrativa da Lisa Kleypas é contagiante porque não somente tem cenas lindas, românticas e quentes, como seus personagens são apaixonantes. Eles têm falhas, não são perfeitos, mas são divertidos e deliciosamente cativantes. Confesso que Kathleen e Helen são umas queridas, mas as irmãs Pandora e Cassandra me irritaram um pouco. É para elas terem uns 19 anos, mas agem como se tivessem 14 e isso me deu nos nervos. A sensação continuou no segundo livro, mas no terceiro, que é focado em Pandora, eu me apaixonei pela história e elas deram uma amadurecida sem perder a personalidade. Mas falo mais sobre isso na resenha de “Um acordo pecaminoso”.

Gente, na boa, se você quer ler romance de época, mas não sabe por onde começar, ou se já leu tudo da Julia Quinn (meu caso) e quer algo diferente, ou se não conhece Lisa Kleypas e quer conhecer, SE JOGA nessa leitura! Essa série é maravilhosa e os livros são um melhor do que o outro!

Compre Aqui:

Um comentário sobre “Um sedutor sem coração

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo
%d blogueiros gostam disto: