Lista Livros

#VidasPretasImportam

A morte de George Floyd durante uma ação policial nos EUA gerou uma onda de protestos pelo mundo. No Brasil as mortes de pessoas negras se multiplicam ano a ano. Reunimos (virtualmente) a Redação do Cheiro de Livro e decidimos indicar uma pequena lista de autores negros e suas obras que mais gostamos.

A leitura tem a capacidade de nos transportar para outros mundos, outras realidades, de nos mostrar a realidade através de outros olhos. Ler apenas homens, apenas brancos, apenas narrativas escritas em inglês, passadas nos EUA ou na Inglaterra limita o nosso campo de visão. Se um dos grandes benefícios da leitura é expandir a nossa compreensão do mundo e aumentar a nossa empatia importa, e muito, quem escreve, seu gênero, sua raça, sua origem. Para não cairmos no perigo da história única de que a escritora nigeriana Chimamanda Ngozi Adichie, integrante da nossa lista, alerta.

Aqui está a nossa modesta lista de escritores negros e suas obras que indicamos. Tem leitura para todos os gostos.

  • Djamila Ribeiro – Pequeno Manual Anti Racista
  • Alice Walker – A Cor Púrpura
  • Machado de Assis – O Alienista; Dom Casmurro; Memórias Póstumas de Brás Cubas; Esaú e Jaco
  • N. K. Jemisin: Trilogia A Terra Partida (A Quinta Estação; O Portão do Obelisco; O Céu de Pedra)
  • Conceição Evaristo – Olhos D’água
  • Octavia Butler: Kindred – Laços de Sangue; A Parábola do Semeador; A Parábola dos Talentos; Despertar; Ritos de Passagem
  • Lima Barreto – O Triste Fim de Policarpo Quaresma; Clara dos Anjos
  • Angie Thomas – O Ódio Que Você Semeia
  • Carolina Maria de Jesus – Quarto de Despejo
  • Elizabeth Acevedo – A Poeta X
  • Eliana Alves Cruz – O Crime do Cais do Valongo; Água de Barrela
  • Jarid Arraes – As Lendas de Dandara
  • Chimamanda Ngozi Adichie – Americanah; Meio Sol Amarelo; Sejamos Todos Feministas
  • Samuel R. Delany – Babel-17/Estrela Imperial;
  • Victor LaValle – Changeling – Sombras de Nova York; A Balada do Black Tom
  • Colson Whitehead – The Underground Railroad – Os Caminhos para a Liberdade; O Reformatório Nickel
  • Maria Firmina dos Reis – Úrsula
  • Stephanie Borges – Talvez precisemos de um nome para isso: ou o poema de quem parte 
  • Jason Reynolds – Daqui pra baixo
  • Nicola Yoon – O sol também é uma estrela; Tudo e todas as coisas
  • Alexandre Dumas – Os três mosqueteiros, O Conde de Monte Cristo
  • James Baldwin – Se a Rua Beale Falasse

Similar Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *