Volte para mim

Romance de época é um gênero que eu aprendi a amar, mas que ainda estou descobrindo minhas preferências. Então, quando soube que a blogueira Paola Aleksandra (Livros e Fuxicos) lançaria um pelo selo Essência da Editora Planeta, fiquei curiosa. Recebi o exemplar de “Volte para mim” autografado em casa (o que me deixou muito feliz!) e comecei a ler na época da Flipop. Nossa protagonista é Brianna Hamilton, uma jovem herdeira de um Duque inglês. Além de adorar sua família – especialmente sua irmã Malvina -, Brianna tem um melhor amigo, Desmond Hunter, que é o gatinho da nossa história. Mas isso tudo foi há uma década, antes de Brianna fazer seu début na sociedade e entender as responsabilidades que precisaria arcar com a chegada da maioridade. Então ela foge para a casa do avô na Escócia e nossa história dá um pulo no tempo para o retorno de Brianna à Inglaterra e a tudo que ela deixou para trás.

Já de cara, me espantei com a linguagem da Paola: parecia ser o quinto romance dela tamanha fluidez da narrativa. Não é fácil escrever um romance, muito menos um de época, e Paola arrasou no uso da linguagem, que não é rebuscada, mas no ponto ideal para o gênero. Nem precisa dizer que suspirei por Desmond, né? Coisa linda, gente! Além de Brianna e Malvina serem personagens ótimas (aliás, apoio muito um livro da Mal, hein!), elas lutam para terem suas próprias escolhas, fortalecerem suas atitudes e posicionamentos. E isso é lindo!

Minha única crítica para a história de “Volte para mim” é a organização de fatos quando se trata do conflito de Brianna e Desmond. Não quero contar spoilers, então vou tentar ser mais generalista para não estragar a história de ninguém: Brianna e Desmond têm um histórico que vai além da amizade, mas claro que rola um ruído de comunicação entre a razão de ela ter ido embora e o silêncio dele durante todos esses anos. Mas quando eles se reencontram, rolaram faíscas, mas que não se mantiveram ao longo da história porque o vai e vem do relacionamento dos dois não ficou claro. Uma hora tudo estava bem, mas na outra o tal ruído não tinha sido solucionado, mas depois tinha, mas na verdade não e … entenderam? Só isso não ficou muito claro e acho que feriu o potencial da história. Mas é algo que eu, uma leitora muito chata, sentiu. O talento para criar personagens e desenvolver a história é nato em Paola e espero que ele ganhe mais páginas!

“Volte para mim” é um excelente exemplo de como é possível uma autora brasileira escrever um romance de época que não necessariamente se passe em nosso país. Porque também tem essa situação para autores que querem escrever esse gênero por aqui: a galera fica tensa achando que, por ser brasileiro, é obrigatório que as histórias sejam retratadas por aqui. Seria legal? Seria. TEM que ser assim? Não! Então pronto! Bora escrever o que manda o coração e ser feliz!

Espero ler mais romances de época por autoras brasileiras. Indiquem nos comentários os seus favoritos e a razão para tal, porque eu quero adicionar à minha lista (que já é mega!).

Compre Aqui:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo
%d blogueiros gostam disto: