Livros Resenhas

Gótico Mexicano

Em Gótico Mexicano (Darkside, Trad. Marcia Heloisa e Nilsen SIlva), Noemí Taboada é uma jovem socialite de espírito independente no México dos anos 1950, que sonha em ir para a Universidade. Ela recebe uma carta com um pedido de ajuda da prima, Catalina, que diz estar sendo mantida em cárcere privado pelo marido, um empresário inglês. Noemí parte para a região montanhosa onde fica a mansão da família de Virgil para descobrir o que está acontecendo. A prima está supostamente doente, com problemas mentais, e mantida em isolamento pela família do marido, comandada por um velho patriarca à beira da morte. O clima sombrio se torna mais e mais sufocante e bizarro à medida em que Noemí vai desvendando os segredos do passado da família Doyle. E tem os fungos sinistros que se espalham pela mansão…

Sílvia Moreno-Garcia se inspirou numa viagem que fez com a mãe a uma região montanhosa e fria do México, que de fato tem um cemitério só para os colonos ingleses que viveram ali, explorando minas de prata e com um ambiente totalmente diferente da arquitetura colonial espanhola que estamos acostumados a ver. Ela cria um climão gótico com pitadas de Rebecca, de Daphne Du Maurier, e Jane Eyre, de Charlotte Brontë. A atmosfera é tudo, e cria um clima de loucura que vai envolvendo cada vaz mais a protagonista. À medida em que avança, a história vai passando do terror psicológico para o horror. E em meio a tanto mistério, ela ainda consegue espaço para levantar discussões sobre eugenia e a opressão do patriarcado e do colonialismo.


A autora vem construindo uma obra variada e sempre interessante, sempre usando o México e a sua cultura, mas fugindo dos estereótipos. Em Gods of Jade and Shadow, uma outra jovem que tenta se libertar do patriarcado desperta, sem querer, o deus Maia da Morte, e acaba obrigada a ajudá-lo a recuperar o trono usurpado pelo irmão. Em Signal to Noise, outra jovem DJ descobre a magia na música; Certain Dark Things tem vampiros aztecas e narco-traficantes. The Beautiful Ones tem mais uma jovem protagonista que descobre poderes telecinéticos; em The Untamed Shore, uma jovem se envolve com três turistas americanos misteriosos, enquanto tubarões aparecem mortos nas praias da Baja Califórnia. Ainda editou uma antologia de contos Lovecraftianos escritos por mulheres, She Walks in Shadows (ela tem uma tese de mestrado sobre mulheres e teorias de eugenia na obra de Lovecraft). Ainda este ano lança Velvet Was the Night, um thriller noir com gangsters e espiões russos em meio aos protestos estudantis no México dos anos 1970. Detalhe: tudo isso e mais um pouco em apenas 10 anos de carreira. ¡Que viva México!

Compre Aqui:

Similar Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *