A Bela e a Adormecida – de Neil Gaiman

As definições de “princesa” foram atualizadas.

Pode deixando de lado aquela memória do desenho infantil da Disney de “A Bela Adormecida”. Esquece aquela doçura de conto de fadas, as princesas delicadas, as canções melosas, e até a Malévola.

Em “A Bela E A Adormecida” (atente para a sutil diferença do título, caso não tenha percebido) todas as referências ao conto clássico estão presentes, e as ilustrações de Chris Riddell (ilustrador de livros infantis e cartunista do jornal The Observer) nos transportam a um mundo antigo, distante e repleto de fantasia. No entanto, a nova fábula de Neil Gaiman é contemporânea, super atual, na qual princesas não precisam de príncipes para serem salvas  e podem escolher seu próprio destino e traçar por si mesmas seu “felizes para sempre”. Diferente do que em geral é apresentado nos clássicos das mocinhas frágeis à espera da perfeição em forma de príncipe, vemos aqui as mulheres efetivamente como protagonistas de sua própria história, com poder e controle sobre suas vidas (seja para o bem ou para o mal).

Essa mais nova versão da jovem amaldiçoada que fura o dedo no fuso de uma roca e dorme pela eternidade tem um tom bastante sombrio. Através da narrativa característica de Gaiman acompanhamos uma jovem rainha às vésperas de seu casamento que parte em uma jornada de salvação de todo um povo até o reino vizinho, porém distante, no qual uma princesa dorme há décadas, por conta de um feitiço. Em entrevista ao Telegraph, o autor falou sobre a nova cara que deu a esse tão famoso conto de fadas: “Não tenho paciência com histórias em que mulheres são resgatadas por homens. Você não precisa ser salva por um príncipe”.

Há pouco o que dizer além de que o conto criado por Gaiman é muito original e bastante surpreendente, cheio de referências para bom entendedor, de uma beleza singela e sensível (especialmente nos detalhes, que são magnificamente complementados pelas lindas ilustrações de Riddell), e com um final previsivelmente imprevisível, de satisfazer qualquer bom fã de fantasia. Uma leitura deliciosa, leve e rápida, indicada para os jovens de todas as idades.

Compre aqui:

Submarino01 Saraiva Travessa Americanas Livraria Cultura

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: