No Faro das letras #1

A partir de hoje o Cheiro de Livro vai contar com uma nova coluna que procura trazer para nossos leitores notícias sobre o mundo literário. Rápidas notas com um resumo do que aconteceu na semana, todo domingo.

A Ediouro lança mais um livrão. Depois da polêmica em cima do livro de Felipe Neto lançado pela Coquetel, que misturava biografia com livro de atividades, a editora decidiu apostar mais uma vez no formato com “Neagle – a dupla que é outro nível”, de Eagle Trindade e Neox.

Os audiobooks podem ainda não fazer tanto sucesso no Brasil, mas foi um tema recorrente na Feira de Frankfurt e agora ganharam dois representantes de peso: Google e Spotify.

O Kobo é o maior e-reader concorrente do Kindle e apesar de algumas notícias mostrando uma substantiva queda na venda de e-readers, a rede Walmart se une a enorme Rakuten para aumentar as vendas de Kobo (link em inglês).

Dois escritores ganharão residência literária em Santa Catarina, em concurso do SESC. No dia 31 de janeiro, começou a inscrição para concorrer a residência que vai durar dois meses. Um bolsa mensal de 5 mil Reais e residência em um dos hotéis da rede SESC faz parte do prêmio.

Conheça o projeto Livro Acessível, um site que une pessoas com deficiência visual e editoras, com o intuito de tornar possível a acesso dessas pessoas a livros.

Mark Coker, colunista da Publishnews especialista em autopublicação, prevê como será 2018 para os autores independentes.

A Ediouro é famosa por tornar os livros mais acessíveis a todos os públicos e, dentro dessa forma de pensar, abriu em Ipanema uma banca literária, aumentando as alternativas para aproximar os livros das pessoas e uma remodelação das bancas, que perdem força a cada ano.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: