Turma da Mônica

Turma da Mônica de uma forma que você nunca leu.

Os quadrinhos de Mauricio de Sousa fazem parte da infância, li muita Turma da Mônica, com o passar dos anos acabei desenvolvendo uma predileção pelo Chico Bento. Suas revistinhas tinham lugar cativo no meu orçamento limitado pela mesada. Quando, aqui na redação, paramos para pensar em algo para o dia das crianças pensamos logo na Turma da Mônica e na coleção de graphic novel que foi lançada com alguns dos personagens de Mauricio de Sousa. Li duas das quatro graphic novels que fazem parte da coleção, “Laços” e “Pavor Espaciar”. Além dessas tem ainda “Astronauta Magnetar” e “Piteco-Ingá”.

“Laços” conta o desaparecimento do Floquinho e a busca que Cebolinha, Cascão, Magali e, claro, Mônica fazem para traze-lo de volta. Vitor e Lu Cafaggi fazem um trabalho espetacular, os traços que a turma ganhou, a sacada de que só o Cebolinha não perde o sapato e, principalmente, os desenhos deles pequenos são lindos. Isso tudo sem contar que o enredo é sobre amizade, esse laço tão forte e que na infância é ainda mais mágico.

Já a história do Chico Bento é sobre uma ETs. “Pavor Espaciar” fala sobre o dia em que Chico, Zé Lelé, Torresmo e Giselda são abduzidos. Os novos traços dados aos personagens são encantadores, os poucos diálogos funcionam muito bem, tem o humor das historias do Chico Bento e, aqui, é repleto de referencias de cultura pop. Uma delicia procurar essas referencias em cada quadrinho.

O principal de ambas as historias é que elas mantem o que fez esses personagens tão populares, a essência deles está nas páginas. Os novos traços dão a eles um ar menos infantil e o acabamento com capa dura dá aos quadrinhos um outro status, é uma Graphic Novel. Para quem cresceu com a Turma da Mônica vale, e muito, o investimento nessa coleção.

 

3 comentários sobre “Turma da Mônica

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *