Comba Malina

comba

Escrevendo a série Escritores Brasileiros aqui para o blog acabei me deparando com “Comba Malina” um livro de contos de ficção científica de Dinah Silveira de Queiroz. Para mim a escritora brasileira era autora de “A Muralha” e “Floradas na Serra”, não sabia que ela também escrevia ficção cientifica e isso me intrigou. Não foi fácil encontrar o livro, mas não há nada que um bom sebo não solucione e depois de um tempo consegui o livro.

Acostumada a ler ficção científica americana ou inglesa o que mais me chamou atenção é a brasilidade que salta das páginas dos contos. Tudo se passa aqui, em lugares, muitas vezes, familiares e, pelo menos um conto, fala dos terreiros das religiões afro-brasileiras. Esse é o principal aspecto do livro, mostrar que podemos e devemos escrever sobre as nossas referencias culturais em qualquer gênero literário.

Dinah escreve sobre colonização de outros planetas, controle dos sonhos, visita a vênus e invasão alienígena, esse sendo o melhor conto do livro. “Eles herdarão a terra” fala sobre como um raça ET aguarda os humanos se aniquilarem para chegar e ocupar o planeta, bem interessante ainda mais pensando que Dinah escreveu isso em plena a Guerra Fria.

Outro conto que parece profético é o “Os Possessos de Núbia” em que um grupo de colonos se muda para um planeta que de tempos em tempos superaquece e que em um desses momentos são atacados por criaturas que são atraídas pelo frio da base da colônia. Super aquecimento não era tema na década de 1960 mas é tão importante hoje, o verão carioca está aí para provar.

O livro como um todo é apenas razoável e mesmo assim acho que é importante ser lido, é necessário lembrar que é mais do que possível escrever ficção científica com referencias nacionais e que esse não é um gênero menor, é um gênero que até mesmo a imortal Dinah Silveira de Queiroz se arriscou nele.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: