In His Majesty’s Service (O Dragão de Sua Majestade)

Conversas sobre livros sempre nos fazem descobrir novos autores, novos livros, novas historias. Foi depois de um ótimo almoço com o pessoal do Conexões Culinárias que descobri Naomi Novik e sua série de livros sobre o dragão Temeraire. Três dos livros já foram lançados aqui no Brasil pela Galera Record, mas o apelo de ter toda a serie no Kindle foi maior e li em inglês mesmo.

A ideia de Novik é simples: e se existissem dragões durante as guerras napoleônicas? Partindo dessa premissa o leitor é transportado para um período rico na historia da Europa acrescido de uma pitada de fantasia, não é uma pitada assim tão pequena e isso torna a leitura viciante.

A primeira grande sacada da autora foi fazer dos dragões personagens com falas e personalidade, não apenas bichos de estimação e instrumentos de batalha. Com essa escolha o livro tem dois heróis, William Laurence, o oficial da marinha que por acaso se torna o capitão de um dragão, e Temeraire, o dragão chinês que cai nas mãos dos ingleses em um espolio de guerra.

O primeiro volume da saga é uma grande apresentação do universo dos dragões e das pessoas que se dedicam a eles. Logo de cara temos todo o estigma social de se tornar um capitão da força aérea. Ser capitão de um dragão é se tornar um pária na sociedade, é se viver apenas para o dragão e o seu bem estar, pelo menos é assim que Laurence descreve seu futuro assim que se torna responsável por Temeraire, as coisas mudam um pouco de figura ao longo das paginas, mas esse cenário sombrio é apresentado.

Em um segundo momento somos levados aos treinamentos dos dragões e seus capitães. Aqui as cenas aéreas não são tão interessantes, é uma parte do romance que funciona mais como a introdução aquele universo. Nesse momento são forjadas as relações entre os personagens e o leitor é incapaz de largar o livro. Conhecer as diferentes raças de dragões e como eles atuam durante uma batalha, ver as relações sendo construídas, é tudo fascinante. Tudo caminha para a grande batalha, a situação vai esquentando aos poucos e, nesse momento, já é impossível colocar o livro de lado para fazer qualquer outra coisa.

Escritoras tem a má fama de não escreverem boas cenas de batalha, mas Novik faz bem e a grande batalha entre os dragões é ótima. Posso só ser muito criativa, mas conseguia visualizar as manobras de voo, os tiros, a tensão no ar. Foi nesse momento também que fiquei muito feliz em saber que quem é fã desta saga é Peter Jackson que, a principio, queria transformar em filme, mas agora pensa em uma série. Palpitações só de imaginar o que Jackson pode fazer com essa historia.

Ainda não comecei a ler o segundo livro, mas isso não vai demorar. Essa é uma saga que começa muito bem e ainda mistura historia, tudo que eu gosto em um livro só. Se você quiser conferir o primeiro capitulo, a Galera Record disponibiliza aqui. Leia e se vicie como eu.

Compre aqui:

Saraiva Travessa Livraria Cultura

2 comentários sobre “In His Majesty’s Service (O Dragão de Sua Majestade)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *