Os Ladrões de Cisnes

“Os ladrões de Cisnes” é um típico caso de livro comprado na sombra por mim. Vi o nome de Elizabeth Kostova e coloquei logo na pilha para levar, nem vi do que se tratava. Ele ficou um tempo na estante esperando e só quando fui lê-lo que vi que se tratava sobre pintura. Porque digo que foi comprado na sombra e não no escuro? Fácil, Kostova me conquistou com “O Historiador”, um livro maravilhoso sobre vampiro.

O livro é vendido como contendo um grande mistério. Até tem um certo suspense, mas não acho que isso seja o forte do romance, o que me seduziu no livro foi a forma e a incrível capacidade da escritora de seduzir o leitor com os ambientes. Ao fechar o livro me deu uma vontade enorme de ir a Normandia conhecer Etretat ou visitar alguns dos museus e admirar os quadros retratados no livro, foi mais ou menos a mesma coisa com o livro anterior dela, mas nesse caso a vontade era de seguir os caminhos de Vlad Tepes em cenários bem diferentes.

Tudo começa quando um pintor de relativo sucesso Robert Oliver é detido ao tentar atacar um quadro  em Washington. Ele só parece importante nos primeiros capítulos, logo se descobre que o importante mesmo é o mergulho do psiquiatra Andrew Marlow no mundo da pintura tendo como desculpa a obsessão de seu paciente. O livro então se divide em dois tempos, o início do século XXI e o final do século XIX. As histórias caminham paralelas e por um momento achei que Kostova havia cedido aos fantasmas, mas estava errada.

A investigação de Marlow em si é ótima, seu mergulho na vida do paciente e, principalmente, a busca pela mulher onipresente nos quadros de Oliver é que encanta. Kostova até tenta criar um grande mistério, uma trama, mas a revelação não é lá essas coisas, o que importa mesmo é o caminho. O desenvolvimento do livro é ótimo, e é ele que vale a leitura.

“Os ladrões de Cisnes” não é tão bom quanto o livro anterior de Kostova, mas é um bom livro. Vale a leitura, se você gosta de pintura, a leitura vale ainda mais. Fechei o livro com uma vontade louca de ver aqueles quadros e de ir para Etretat ver onde eles foram pintados.

Compre aqui:

Submarino01 Saraiva Travessa Americanas Livraria Cultura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *