Frankenstein 1816 e 2020: breve exercício de corte e costura (isso não é uma crítica)

Frankenstein ou O Prometeu Moderno Mary Shelley, tradução de Santiago Nazarian Zahar, Clássicos Zahar em Edição Bolso de Luxo Introdução Quem me acompanha sabe da obsessão que mantenho com Frankenstein – menos com o monstro e mais com as possibilidades e mitologias inauguradas naquela fatídica estadia em Villa Diodati. Nas narrativas que ali brotaram se […]

Peter Pan

Como a maioria da pessoas assisti o desenho da Disney algumas vezes e a imagem que tenho de Peter e Wendy é a dos traços do desenho. Não é dos meus desenhos preferidos e só fui me interessar em ler o livro depois de assistir ao lindo filme “Em Busca da Terra do Nunca” e […]

A República Cantada

Quando vi a matéria de capa do Segundo Caderno meus olhos brilharam e eu corri para o site para encomendar o meu “A República Cantada” de André Diniz e Diogo Cunha. Levei um susto quando o livro chegou, esperava algo com pelo menos umas 500 páginas, chegou um de menos de 200 e isso é […]

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo