Como Sobreviver a Bienal do Livro 2018

Seja no Rio de Janeiro ou em São Paulo, a Bienal Internacional do Livro é aquele evento pelo qual todos nós, leitores, esperamos MUITO! Mas com tanta expectativa vem muita responsabilidade, porque se a gente se descuidar um pouquinho, é possível que esse momento mágico se transforme em pesadelo! Então chega mais para algumas cinco dicas para aproveitar ao máximo esse evento!

1) LISTA DE COMPRAS: fazer compras quando se está com fome resulta em um monte de besteira e um rombo no orçamento. Chegar na Bienal sem a lista de livros a serem comprados pode dar no mesmo resultado! Então leve a lista dos livros que você quer comprar com os preços dos sites para ficar de olho nos melhores descontos. Cruze essa lista com a programação dos autores para evitar perder aquele autógrafo/foto/momento porque esqueceu de comprar o livro ou o livro em casa, hein! Deixe uma graninha separada (e um lugar na mochila) para descobrir livros novos também.

2) PROGRAMAÇÃO: não vou entrar na situação das senhas dos internacionais, porque esse navio já zarpou faz tempo, mas fique de olho naquelas que serão distribuídas nos estandes para conhecer novos autores! Veja a programação e conheça o mapa da Bienal para entender onde e quando vai acontecer cada evento/autógrafo/papo para evitar se perder no meio do caminho ou perder alguma oportunidade. Obs: mesmo para os internacionais, na Bienal de SP as senhas são on-line, então muitas vezes as pessoas pegam a senha, mas não aparecem. Então mantenham a esperança viva e fiquem de olho nos papos e autógrafos, porque é possível que role oportunidade para você nos 45 do segundo tempo! Fique sempre ligado!

3) BATERIA DE CELULAR: sem ela, a dor de perder aquela foto ou aquele stories é ENORME! Então carregue a sua e leve uma bateria externa para dar aquela recarregada maneira na hora da necessidade. Leve a tomada do seu celular também, porque rola de dar uma descansada na praça de alimentação e aproveitar umas tomadas dando sopa. Só não esqueça o seu celular!

4) ROUPAS: nada de roupas ou calçados desconfortáveis. A Bienal de São Paulo pode não ser tão enorme quanto a do Rio, mas a gente anda MUITO e fica MUITO tempo em pé. Então use algo confortável e que não vai dar dor de cabeça (ou nos pés) durante o dia. Mesma coisa vale para a mochila. Fica de olho no esquema de guarda-volumes e use mochila/bolsa que não vai machucar nem você nem os seus livros e nem as pessoas ao seu redor

5) CUIDADOS: com carteira e celular em bolso/bolsa aberta! Às vezes a gente se empolga tanto que não percebe e como o lugar é lotado, é receita para dor de cabeça. Então fique atento! Coma alguma coisa e beba água sempre! Parece besteira, mas o dia é longo e as emoções são muitas. Não vá desmaiar na hora de conhecer aquele autor amado, né!?

Outras dicas também estão no meu livro “Sou fã! E agora?” da Editora Seguinte, que também conta com muitas informações sobre a jornada do fã (fanfiction, blogs, vlogs, eventos literários etc), elementos de estilo, literatura YA e muuuuuito mais! Coloca esse e o “Criaturas e Criadores” (Record) na sua lista de compras da Bienal!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: