Entre o mundo e eu

Eu faço parte daquele tipo de público de cinema que quando aparece um personagem, mesmo que no fundo da cena, lendo um livro, eu quero logo saber qual é o título e faço acrobacias, como se isso fizesse alguma diferença do ponto de vista da câmera, para poder ver a capa do livro.

Os personagens de Denzel Washington (O Proteror 2) e de Mike Colter (Luke Cage)
lendo o livro de Ta-Nehisi Coates.

Esse foi o caso com O Protetor 2. No filme, o personagem de Denzel Washington, Robert McCall, um assassino aposentado pelo governo, busca endireitar o mundo de seus desvios. Uma dessas tentativas é tirar das ruas um jovem negro, Miles Whittaker. Ele põe o garoto para pintar e fazer reformas em suas casa, tentando deixar Miles ocupado, já que uma mente vazia… E em um dos discursos educativos, McCall empresta um livro para Whittaker. Foi aí que acionou o meu alarme: qual o livro? Acabei me deparando novamente com o livro na segunda temporada de Luke Cage. Googlei por alguns minutos e descobri o livro “Between the World and Me” de Ta-Nehisi Coates, aqui no Brasil lançado pela Objetiva sob o título “Entre o mundo e eu”.

“Mas a raça é filha do racismo, não sua mãe.”

Ta-Nehisi Coate

Escrito ao que se assemelha a um fluxo de consciência em forma de ensaio epistolar para seu filho de 14 anos que tentava entender e sobreviver ao mundo a sua volta sendo ele um jovem afro-americano em 2015. Em poucas páginas, Coates expõe suas experiências e o que ele mesmo veio a se dar conta em relação ao seu lugar no mundo.

O livro foi lançado por pressão da própria editora algumas semanas após as revoltas na cidade de Baltimore devido a morte de Freddie Grey. O livro ganhou o National Book Award 2015, e teve aval da autora Toni Morrison que o declarou herdeiro de James Baldwin. Baldwin escreveu algo que pode ser considerado o antecessor de “Between the World and Me”, entitulado “The Fire Next Time” escrito em 1963 como uma carta para o seu sobrinho.

Este livro deve ser lido e passado adiante para os jovens lerem inúmeras vezes – um livro para entrar na grade curricular de universidades e escolas para incentivar o diálogo sem tendências políticas. “Entre o mundo e eu” é um livro que deve ser lido por todas as pessoas, independentemente da cor, credo, nacionalidade ou posição social. Este é um livro de relevância atemporal.

A. O. Scott, crítico do The New York Times, chamou a obra de “essencial como a água ou o ar” em sua conta no Twitter.

Coates também escreveu o roteiro dos quadrinhos do Pantera Negra em 2016, desenhados por Brian Stelfreeze. Chegou a escrever um spinoff mas foi cancelado depois de seis edições. Em 2018 ganhou o Eisner Award pela Melhor Série Limitada de Black Panther: World of Wakanda escrito em conjunto com Roxane Gay e Alitha E. Martinez. Desde 2018, Coates vem escrevendo os roteiros de Capitão América.

Compre Aqui:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo
%d blogueiros gostam disto: