O Urso e o Rouxinol

Já faz um tempinho que ando meio encantada por histórias fantásticas com elementos folclóricos tradicionais de culturas do Leste Europeu (um gosto bem específico, eu sei). Adorei o universo mágico inspirado na Rússia czarista que Leigh Bardugo criou na trilogia Grisha e fiquei completamente fascinada com o feminismo sombrio de Burning Girls, uma novella sobre uma garota judia polonesa que aprende com a avó a usar sua magia num ambiente cada vez mais hostil. Burning Girls foi escrita pela americana Veronica Schanoes e ainda não tem tradução em português (mas você pode ler o original na íntegra aqui)

Meu último amorzinho foi Enraizados, uma história de formação na forma de conto de fada com elementos do folclore polonês narrada com um lirismo sem igual. Então se você compartilha desses meus gostos peculiares, ou se só curtiu Enraizados e queria ler algo com o mesmo estilo, vai gostar muito de O Urso e o Rouxinol.

O Urso e o Rouxinol é o romance de estreia da americana Katherine Arden, que morou dois anos em Moscou e se especializou em literatura francesa e russa. O livro é o primeiro de uma trilogia – o segundo, The Girl in the Tower, acaba de ser lançado nos EUA mas ainda não tem previsão no Brasil. Aqui o primeiro foi lançado em agosto pelo selo Fábrica231 da editora Rocco.

A história se passa numa versão mística da Rússia medieval. A protagonista, Vasya, é uma garota do campo que cresceu próxima à mata selvagem, numa região onde o inverno dura a maior parte do ano. Vasya sempre viveu em harmonia com as criaturas mágicas da floresta. Mas quando seu pai traz da capital para casa uma madrasta cristã fanática e um padre ortodoxo, a vida de Vasya e de todos que a cercam sofre uma terrível reviravolta.

A narrativa se desenvolve em um ritmo bastante lento e gradual, mas de forma alguma entediante. A prosa é marcada por muito lirismo e a construção da atmosfera é muito cuidadosa e conta com a utilização de diversos elementos do folclore russo. O contraponto entre Vasya e Anna, as duas personagens que estabelecem o contato com o sobrenatural, e suas reações distintas a ele é muito interessante. Existem alguns fios soltos que devem ser melhor explorados nos próximos livros da série – como a questão do irmão de Vasya que deseja ser monge.

No geral O Urso e o Rouxinol é um livro muito bonito e com uma temática que vai agradar bastante a quem se interessa pela temática de contos de fada ou folclore russo.

Compre aqui:

Submarino01 Travessa Americanas Livraria Cultura

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 pensamentos em “O Urso e o Rouxinol”

%d blogueiros gostam disto: