Silkworm (Bicho-da-Seda)

jk-rowling-cuckoos-calling-sequel-cover-fullO segundo livro da série policial de Robert Galbraith (pseudônimo de J.K. Rowlling) segue o caminho trilhado em “O Chamado do Cuco”, o de clássico romance policial inglês. Cormoran Strike agora tem uma vida um pouco melhor depois do sucesso do caso Landry (caso do primeiro livro) e se envolve no desaparecimento de um controverso e nada querido escritor.

Se no primeiro livro a cultura da celebridade foi o pano de fundo, dessa vez são os bastidores da indústria literária que fornece o colorido ao caso. As intrigas, brigas, alianças e desavenças criam o cenário para que Strike mostre toda a sua capacidade de dedução. É divertido de ler como J.K. descreve o mundo das editoras e agentes literários, da mesma forma como é divertido ler o desprezo dela pelo paparazzi no primeiro livro.

Owen Quine é um escritor medíocre que adora a celebridade, depois de dez dias desaparecido sua mulher contrata Strike para que ele o ache, o caso acaba se mostrando bem mais complexo do que se poderia esperar nas primeiras páginas. É ai que Strike se parece cada vez mais com Hercule Poirot ou Miss Marple, capaz de ver o que ninguém mais é capaz de enxergar, capaz de elaborar teorias certeiras que só ele consegue provar. Essa incrível capacidade de dedução sempre me irritou um pouco quando lia Agatha Christie e me incomoda um pouco em Galbraith.

O livro se passa apenas alguns meses depois do caso Landry, com isso alguns problemas de Strike continuam. A sua atração mal resolvida por Robin, o fim de seu casamento com Charlotte, sua divida com o pai, o não tratamento da sua perna. Tudo isso volta nesse livro. A dor na perna então á constante, quanto mais ele avança no caso pior fica a sua perna, é um contraponto de toda a sua capacidade investigativa, é o seu ponto fraco. Robin cresce um pouco nesse livro, começa a ter um pouco mais de destaque e tem participação ainda mais importante na solução desse caso.

Esse segundo livro, do que deve ser uma série de sete livros, segue a mesma linha do primeiro, o do bom romance policial inglês. O caso é bem construído e bem solucionado. Galbraith acertou mais uma vez.

Compre aqui:

Submarino01SaraivaTravessa

2 comentários sobre “Silkworm (Bicho-da-Seda)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *