Parceria Resenhas

O Projeto Decamerão

Estamos vivendo a pandemia e seus reflexos há mais de ano e, sem a menor dúvida, tudo isso se refletirá nas artes, todas elas. O que não esperava era ter nas mãos um livro de ficção sobre a pandemia ainda vivendo essa quarentena, mesmo que mequetrefe. O “Projeto Decamerão” (tradução: Isabela Sampaio, Luisa Geiler, Rogerio W. Galindo e Simone Campos) reúne 29 contos de diferentes escritores, de diferentes nacionalidades, escritos durante e sobre a pandemia. Os contos foram pedidos pela New York Times Magazine inspirado pelo clássico “Decamerão” de Boccaccio.

Comecei a ler sem saber muito o que esperar e fui fisgada no primeiro conto, quando vi estava economizando páginas para que essa viagem literária pela pandemia e as diversas formas de vive-la não terminasse. São todos bons contos, mas é claro, alguns falaram mais comigo do que outros. O meu preferido é o de Mia Couto seguido pelo de Dina Nayeri. Minhas predileções devem estar ligadas ao fato dos dois falarem de uma realidade longe dos EUA e da Europa, nós aqui dos países em desenvolvimento vivemos tudo e a pandemia em particular de outra forma. O conto do Mia Couto fala do abandono do poder público e o de Dina Nayeri sobre como há tragédias maiores das que estamos vivendo e como é possível sobreviver a tudo e seguir.

Contar histórias sempre foi uma forma de conseguirmos lidar com a realidade, a ficção, muitas vezes, nos fez compreender e assimilar o que nos rodeia. Esse livro se vale disso e vai passando por uma série de sentimentos e situações que tivemos que lidar nesse mais de ano convivendo com a Covid. O medo de sair de casa, a sensação de que o tempo parou, o medo de levar um ente querido ao hospital, as restrições a circulação e suas possíveis oportunidades. Queria uns ETs para me entreter como o conto da Margaret Atwood, mas nem todos os desejos podem ser realizados, não é mesmo.

“Projeto Decamerão” faz sentido agora para nós que estamos vivendo essa pandemia e será importante para o futuro como registro literário do que foi esse momento na história. O fato de serem contos, nenhum com mais de 20 páginas, curtos ajuda também em tempos em que se concentrar parece mais difícil do que o normal. Já que não tem como fugir do tema pandemia pelo menos esses contos nos dão algum prazer no processo.

Compre Aqui:

Similar Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *