Resenhas

Oli procura uma (nova) melhor amiga

Recebi da Editora Seguinte o livro “Oli procura uma (nova) melhor amiga”, da brasileira Janaina Tokitaka (com ilutrações de Fits). Eu não tenho o costume de ler muitos livros middle grade – aqui chamados de infantojuvenis, ou seja, para a garotade de seus 11, 12 anos. Isso se dá pelo simples fato de ser o público-alvo, não ter muito contato com esse públio e de não editar essa categoria no trabalho. Mas middle grade é uma categoria MUITO amorzinho, gente! E escrever essa categoria é muito, muito difícil e acho que não damos todo o crédito que esses autores merecem. Janaina Tokitaka arrasou e eu vou contar o porquê.

O livro é narrado em primeira pessoa – a querida Oli – que está passando por uma situação complicada e de fácil identificação: Fafá, sua melhor amiga, vai mudar de escola. Oli e Fafá são amigas inseparáveis e pensar que a melhor amiga vai estudar em outra escola abalou o seu mundo. Hoje, pode parecer uma besteira, principalmente com toda a tecnologia que temos. Mas quando eu tinha a idade da Oli, eu fui a Fafá, eu mudei de escola no início da oitava série e foi incrível e triste e assustador: tudo ao mesmo tempo. Naquela época, não tínhamos celular, mas a sensação de que a escola era todo o meu mundo ainda é muito real hoje. Então, já de primeira, entendi o dilema de Oli e a situação da Fafá.

Bem, com isso estabelecido, como fica Oli sem Fafá? Porque Fafá vai desbravar nova escola, conhecer gente nova, estudar novas matérias. Mas e Oli? Ela vai em busca de uma nova melhor amiga e nós, leitores, embarcamos com ela ao conhecer Valentina, Fernanda, Nina e Tábata, cada uma bem diferente da outra.

Ao decorrer do livro, Oli aprende que não é preciso ter uma melhor amiga apenas, mas que é possível ter várias amigas, cada uma com suas características, seus gostos e manias, suas personalidades diferentes e que tornam o “ir à escola” muito mais legal.

“Oli procura uma (nova) melhor amiga” é um livro que exalta a amizade entre meninas, que mostra o quão importante é contar com alguém da nossa idade. E essa é a magia do middle grade: mostrar de forma linda e divertida a complexidade de se ter 11 anos. E Janaina Tokitaka arrasou (sem contar as ilustrações fofas de Fits, que completam a história de uma forma adorável).

Se você quer escrever para essa faixa etária, indicar uma leitura para uma pessoa dessa idade ou simplesmente se divertir com essa história, fica a dica: “Oli procura uma (nova) melhor amiga” é uma delícia!

Compre Aqui:

Similar Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.