Livros

Nove Desconhecidos

Liane Moriarty é uma escritora que acompanho, sempre que tem um novo lançamento compro logo e leio com prazer. Nem todos os seus livros me encantam e esse é o caso de “Nove Desconhecidos” (tradução Julia Sobral Campos). A história de nove pessoas que vão para um SPA e acabam a mercê de uma lunática tem potencial mas falta algo. Reli o livro para acompanhar a série “Nine Perfect Strangers” que acabou de estrear na Amazon Video.

A Tranquilium House seria um SPA transformador e exclusivo comandado por Masha. Nove pessoas passarão 10 dias que, segundo a propaganda, “transformarão suas vidas”. É um grupo eclético e podemos dizer que a escritora Frances é uma espécie de protagonista. Desde o inicio do livro fica claro que há algo muito estranho acontecendo no SPA e que os noves hospedes não tem lá muito conhecimento do que vai acontecer com cada um deles.

Como um livro de suspense pequenas coisas vão sendo mostradas para causar estranhamento do leitor. Hora é a massagista que fala para que Frances “não faça nada que a deixe desconfortável”, hora é acordar os hospedes no meio da noite para sessões de meditação, enfim, pequenos detalhes. A estranheza vai sendo construida aos poucos e os nove desconhecidos vão criando alianças, afinidades, e tornando-se menos desconhecidos.

O livro vai bem até o terço final quando a loucura toma conta da história e, mesmo que a jornada dos personagens seja moldada aí, fica tudo sem muito sentido. Sem querer dar spoilers do que está nas páginas, tudo sai do controle e, é claro, a policia é envolvida. Fica parecendo que faltou algo no meio do caminho para chegarmos ao desfecho de Masha, algo que volta aos trilhos nas ultimas páginas quando o presente dos personagens é apresentado. Não é dos melhores livros de Moriarty e, se você está vendo a série, muito foi mudado para a adaptação para o streaming (resenha da série em breve por aqui.)

Compre Aqui:

Similar Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.