Livros

Os Eternos

Quem são os Eternos, esses personagens secundários que são a aposta da Marvel para liderar a nova fase do seu Universo Cinematográfico?

A origem deles está am 1976, quando o grande artista Jack Kirby voltou à Marvel depois de uma passagem pela rival DC. Kirby queria na verdade refazer a série que havia criado para a DC, Os Novos Deuses. Pescou deuses da mitologia, e também pegou carona em livros que faziam sucesso na época, como Eram os Deus Astronautas?, que argumentava que extraterrestres estariam por trás de grandes obras como as pirâmides egípcias e astecas, assim como os desenhos na planície peruana de Nazca. Kirby então imaginou super-seres, os Celestiais, responsável pela vida no Universo. Aqui na Terra, teriam criado os Eternos, imortais (ou quase) com superpoderes, inspirados em diversas mitologias. Por exemplo, Thena (Angelina Jolie) é inspirada na deusa grega Atena. Mas das experiências também resultaram os Deviantes, mutantes deformados e malignos. O conflito entre os dois lados durou dois anos, até que Kirby deixou de vez a Marvel. 

A arte colossal de Kirby
A visão de Gaiman e Romita Jr

Era Kirby solto, sem freios, em plena forma. Histórias surreais, delirantes, dramáticas. O chefão da Marvel, Kevin Feige, descreveu o filme novo como uma carta de amor a Jack Kirby. Mas com algumas diferenças: Sersi, inspirada na também grega Circe, a feiticeira da Odisseia, virou oriental (Gemma Chan). Ajak, de inspiração asteca, mudou de sexo – será Salma Hayek.

A editora tentou reviver o grupo algumas vezes, sem muito sucesso. Até 2006, quando Neil Gaiman (que sabe tudo de mitologia) e John Romita Jr atualizaram a história do grupo e lançaram as bases da versão que veremos no cinema. Convenientemente, os Eternos começam a minissérie de Gaiman sem saber quem são – tiveram as memórias apagadas e vivem vidas comuns. 

Ikaris e Thanos na versão de Gillen e Ribic

Os Eternos têm parte na origem de Thanos – ele é filho de Eternos, mas tem o gene Deviante. Na verdade, essa é mais uma retcon, aquelas origens reinventadas na longa história da Marvel.

A versão mais nova do grupo foi lançada este ano, a cargo de Kieron Gillen e Esad Ribic. E eles cruzam caminhos novamente com Thanos – vai ser interessante ver se essa ligação entre os Eternos e Thanos é usada no filme, e também como vão explicar a ausência deles no conflito com Thanos em Vingadores – Guerra Infinita: afinal, eles foram criados para proteger a Terra, certo?

Similar Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.