História do Novo Sobrenome

O segundo volume da série napolitana de Elena Ferrante “História do Novo Sobrenome” (Tradução de Mauricio Santana Dias) começa exatamente onde o livro anterior termina e segue a vida de Lila e Lenu, duas amigas de infância. Nesse volume é a vez da juventude das duas.

Lenu continua a colocar no papel toda a sua vida com Lila, continua na sua pequena disputa de infância sobre quem é melhor. Nesse livro a vida das duas começa a traçar caminhos bem distintos. Lila se casa com Stefano, deixa, aos olhos do mundo, de ser uma menina e passa a ser uma mulher, mesmo que com apenas dezesseis anos. Lila continua sua jornada no estudos, continua brilhando como estudante.

O mundo de Lenu se expande enquanto Lila é sugada e absorvida por todas as tradições do bairro pobre onde nasceram. O machismo é mais presente aqui e não apenas nas surras que maridos dão em suas mulheres, está presente em todas as relações, nas conversas, no que todos acham normal e comum. Temos como narradora uma mulher e mesmo ela apresenta muitos dos fato apenas como acontecimentos comuns e não como o sintoma de algo maior.

A vida de Lila, como em toda a narrativa, parece mais interessante, mas são as reflexões de Lenu que fazem o livro ser viciante. O seu sentimento de inadequação em qualquer ambiente, as suas tentativas de pertencer ao ambiente acadêmico e de perceber que nunca vai conseguir e que essas suas tentativas fizeram com que ela não mais se encaixasse no seu bairro em meio a seus amigos e sua família.

Lenu continua se comparando em tudo com Lila e a montanha russa que é sua vida, como se não conseguisse avaliar suas próprias conquistas sem a comparação com a amiga. Como toda a jovem ela se apaixona e tenta ser a mulher que esses homens esperam dela. Lenu tenta sempre se adequar ao seu ambiente e a seus companheiros, vive em um mundo em que ela está sempre em alerta em busca de aceitação e raramente é apenas ela. Só faz isso quando despeja nas páginas tudo o que sente e o que viveu e isso inicia o terceiro livro do quarteto de Nápoles.

Compre Aqui:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: