Entrevista

Entrevista exclusiva com autora de “O Substituto”, Brenna Yovanoff – 1ªParte

Primeira parte da entrevista com a escritora Brenna Yovanoff

Sabe aquele livro que te surpreende? A história parecia ser apenas sombria, mas é também original e incrível. Em uma época de séries literárias, “O Substituto” é um livro único, tanto em sua história e escrita, como também em volume. Li sem achar que iria me apaixonar tanto e sem qualquer ideia de que viria a falar com a autora, Brenna Yovanoff. Confira abaixo um pouco sobre o papo que tive com a autora de “O Substituto”.

Cheiro de Livro (CdL): Como surgiu a ideia para “O Substituto”?

Brenna Yovanoff : Eu sabia, há bastante tempo, que queria escrever uma história sobre “changelings” e a ideia de bebês substitutos sempre me fascinou, mas não sabia ao certo como escrevê-la. A maioria de histórias que li sobre essas criaturas são muito antigas e eu queria escrever algo atual para abordar as implicações que viriam com essa escolha. Fiquei pensando sobre isso durante muito tempo até que chegou a hora de colocar tudo no papel.

 CdL: Mackie é uma pessoa solitária, que questiona tudo e observa tudo. Para mim, isso o faz ainda mais humano do que os outros personagens (que são humanos). Esse aspecto do personagem foi criado conscientemente ou apareceu conforme desenvolveu a história?

Brenna Yovanoff: Fico tão feliz em saber que você gostou do Mackie! Sim, uma das coisas que foi muito importante para mim enquanto escrevia “O Substituto” era transmitir a ideia de que, por mais que Mackie se considere menos do que um humano, ele é incrivelmente decente e correto e tem muita compaixão. Gosto de pensar que nós somos muito mais do que nossas histórias pessoais, então sabia que ao tocar na história de Mackie faria com que ele realmente se conhecesse ao invés de conhecer apenas o que ele acha que deveria ser.

CdL: Ao ler “O Substituto”, refleti sobre como pertencer a um determinado grupo é visto em nossa sociedade como sendo importante, mas como ser verdadeiro consigo mesmo e com as pessoas que amamos é o que nos faz sentir inteiro. E como é essencial sentir que as pessos que nós amamos retornam essa afeição, incondicionalmente. Ao escrever o livro, você tinha alguma mensagem em mente que gostaria de transmitir aos seus leitores por meio da sua escrita?

Brenna Yovanoff: Acho que a maioria dos meus livros acaba sendo sobre o amor em suas formas variadas e sobre as maneiras como ele forma quem somos e as escolhas que fazemos. Sempre me encontro com coisas novas a dizer sobre o amor, porque é um sentimento muito poderoso e que tem tantas formas e expressões diferentes e nos influencia em diversas formas.

Similar Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *