Frozen 2

Em 2013 quando Frozen estreou nos cinemas fez um sucesso inesperado que tornou a animação um fenômeno no mundo inteiro. A história das irmãs Elsa e Anna conquistou muita gente e as músicas passaram a tocar sem parar, tornando Frozen um musical de enorme sucesso também. Um dos pontos positivos da produção era o fato […]

Como se forma um leitor?

O título desse texto é uma provocação. Não faço a mais remota ideia de como se faz com que pessoas capazes de ler façam isso por gosto e não por obrigação. A escritora Ruth Rocha divide as pessoas em três grupos: o primeiro, uma minoria, nunca se tornará leitor, não importa o estimulo; o segundo, […]

Era tudo mato

O ano era 2001, a internet era discada, o celular servia só para ligar e na mesa da cantina da faculdade uma troca rápida de ideia, um e-mail anotado na página de um livro (um sacrilégio, sabemos) e assim a equipe do finado Sem Sentido ganhava corpo. Os anos passaram e o blog que falava […]

O Centenário de Isaac Asimov

Dois de Janeiro é o Dia da Ficção Científica, e a data foi escolhida por ser o aniversário de Isaac Asimov. Ele é talvez o autor mais popular da história do gênero, e para muitos suas histórias serviram como porta de entrada. Foi o meu caso, quando encontrei “Eu, Robô” e “Fundação” na estante do […]

Desafio de Leitura 2020

Esse ano o nosso desafio começa o ano de comemorações pelos 10 anos do Cheiro de Livro. Todas as 12 tarefas de leitura que elaboramos para 2020 baseiam-se na nossa história e no que gostamos de escrever por aqui. Divirtam-se. Ler um livro recomendado por um de nós Ler um livro lançado em 2010 Ler […]

Lendo por aí

Estava lendo “Pequena Livraria dos Sonhos” onde a autora Jenny Colgan começa o livro dando dicas de onde ler. Temos pouquíssimos locais em comum, mas é impossível não pensar em onde e como eu leio depois daquelas páginas. Desde que me entendo por gente leio bastante. Desde a adolescência eu estabeleço a meta de ler […]

as reações das imagens diante de 2019

Cheiro de Livro _____________________________ § Em 2017 Steve Rose cunhou o conceito de pós-horror, marcando temporalmente uma estética, um ethos e um pathos e seus respectivos fins e superações. Rose anunciava que “um novo tipo de filme de horror aparecia nas salas de cinema – filmes que substituíam o jump-scare por um pavor existencial”. O […]

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo