Treta literária

“Tá sabendo da treta?” Essa é a pergunta que mais ouvi/li na semana passada. E sim, fiquei sabendo de várias e fiz questão de me manter longe de todas. Tenho opinião sobre cada uma? Sim. Preciso compartilhar para alimentar a treta? Não. Então por que escrever sobre isso aqui no blog? Porque precisamos entender o impacto negativo que a treta alheia tem na gente. Não … Continuar lendo Treta literária

Pequeno Clube de Leitura

Nos últimos tempos temos recebido vários livros infantis aqui na Redação, um deles, “A Cor de Coraline” me remeteu a uma conversa no corredor do trabalho e assim, como em um passe de mágica que os pequenos gestos do dia-a-dia possuem, acabei criando o pequeno clube do livro para os filhos dos meus colegas. Levei “A Cor de Coraline” para emprestar para Nina, 6 anos, … Continuar lendo Pequeno Clube de Leitura

Da importância dos monstros – parte I

  Em 1816, sob a influência da força filosófica e poética do Iluminismo e do Humanismo (que ainda se desdobravam em ondas sobre a Europa), um obstinado cientista fabrica, a partir de restos de cadáveres, um outro ser – uma outra experiência de corpo, de vida e morte, cujo potencial disruptivo ameaça a estabilidade da raça humana. Rapidamente, do fascínio febril declinamos para o horror … Continuar lendo Da importância dos monstros – parte I

Saudades dos meus livros

Que leitor nunca olhou para o mercado editorial e pensou: “que delícia! Quero trabalhar com livros!”? Mas não é tão simples como aparenta ser. Trabalho nesse mercado paralelamente e já estou sofrendo – vamos usar essa palavra pela falta de uma mais adequada – um efeito colateral específico. E é sobre essa situação que vim desabafar aqui hoje. Tempo é o bem mais precioso que … Continuar lendo Saudades dos meus livros

A leitura diária

Sentei em frente ao computador para escrever uma coluna sobre leitura, livros e todo esse universo que abordamos aqui no Cheiro de Livro e a página continuava em branco horas depois. Não conseguia encontrar uma ideia se quer para desenvolver, na verdade, cada vez que alguma coisa começava a se desenvolver na minha cabeça minha atenção era atraída por mais uma matéria de jornal, mais … Continuar lendo A leitura diária

Sobre (não) estar sozinha nesse mundo

Alguém me fez a clássica pergunta no bate-papo do lançamento do #Fui em São Paulo: O que te inspirou a escrever #Fui? Ainda que eu tenha me esforçado, a resposta completa não caberia no bate-papo, então falei das pessoas, da minha própria experiência de intercâmbio, da vida, do universo e tudo mais, mas sei que não é o suficiente! A resposta para essa pergunta é infinita! … Continuar lendo Sobre (não) estar sozinha nesse mundo

Marcadores de livro

Existe toda uma linha de bibliófilos que acha um sacrilégio dobrar páginas ou usar a orelha para se marcar onde se parou a leitura. É a galera que acredita que qualquer mágoa ao livro é um absurdo, são pessoas que usam marcadores. Tenho que confessar que sou um híbrido, na verdade, eu evoluí para um híbrido. Na minha adolescência, quando me tornei a leitora voraz … Continuar lendo Marcadores de livro