Trumptopias

A eleição de Donald Trump em 2016 reacendeu a preocupação com um futuro sombrio para os Estados Unidos. O clássico de Sinclair Lewis, Não vai Acontecer Aqui (Alfaguara, trad. Cássio de Arantes Leite), de 1935, voltou aos mais vendidos 80 anos depois do lançamento. O livro narra a ascensão de um político populista no meio […]

No Faro das letras #50

A esperadíssima adaptação de “Good Omens” do Neil Gaiman ganha mais um nome de peso em seu elenco: Benedict Cumberbatch vai ser Satan. Ainda sobre Neil Gaiman, ele afirmou que esperar dois anos pela nova temporada de “American Gods” vai valer a pena. Nessa entrevista maravilhosa para a revista The New Yorker, Haruki Murakami fala […]

Pessimistas Esperançosos

A Ficção Científica convive com uma eterna contradição: a esperança trazida pela tecnologia e o receio com o que os seres humanos serão capazes de fazer com ela. Mesmo os mais otimistas sempre mostraram uma pontinha de preocupação. Júlio Verne teve seu momento mais pessimista escondido durante 130 anos. Paris no Século Vinte, escrito em […]

Bird Box

Um dos grandes sucesso da Netflix nesse início de ano é a adaptação de  “Caixa de Pássaros” de Josh Malerman. No mundo pós-apocalíptico de “Bird Box” um mostro faz com que a maioria das pessoas ao olha-lo se matem.  É nesse cenário que seguimos Malorie, vivida por Sanda Bullcok, e sua luta pela sobrevivência. “Bird […]

Oryx e Crake

O Homem das Neves há muito tempo deixou sua vida civilizada pra trás e agora vive no bosque, dorme em cima das árvores, entre insetos e animais modificados geneticamente, não usa roupas, apenas se envolve em lençóis velho, se alimenta do que encontra e convive com seres que parecem ser bem mais evoluídos, que ele […]

Nós

Três anos antes de publicar 1984, George Orwell escreveu uma resenha de Nós, de Ievguêni Zamiátin (Aleph, trad. Gabriela Soares), para uma revista política de esquerda na Inglaterra. Fica clara a impressão que o livro do autor russo deixou no inglês, e a influência de Nós sobre 1984. Para Orwell, Nós era mais relevante do […]

Chick lit não é sinônimo de bobagem

Toda forma de entretenimento tradicionalmente voltada para o público feminino é alvo de desprezo e ridicularização generalizados: tanto por parte dos machistas, que não podem arriscar sua masculinidade assistindo a uma comédia romântica, quanto de muitas fiscais de carteirinha feminista, que querem tirar a credencial de qualquer mulher fã de Crepúsculo. É claro que isso […]

A Caça

Olha só, esse livro estava na minha lista antes de eu saber que seria publicado aqui pela Editora Arqueiro (traduzido por Alves Calado). Eu li, adorei, mas embora seja fácil de sacar pela sinopse do que se trata, vou usá-la na resenha para evitar contar spoilers. Mas relaxa que tem mais sobre o livro (sem […]

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo